À Descoberta do Gin na Gin Lovers Experience

gin_lovers_01Reportagem de Marta Plácido e Diana Silva. Imagens de Samuel Castelo. 
 

O fenómeno do Gin veio para ficar e muitos são os que dele querem fazer parte, estar a par, conhecer e saber fazer. É tudo isso e mais o que se encontra nas Gin Lovers Experience, da Gin Lovers, no Ritz Four Seasons.

Num grupo bastante heterogéneo, desde os conhecedores de gin aos principiantes ou até mesmo aos simples curiosos, as expetativas são bem geridas pelos orientadores Carlos Alves e Cláudio Cruz.

Na presença de um alambique improvisado, em jeito de pequeno eletrodoméstico a ter por perto, começa a viagem pela cultura do gin. A história do gin: o que é, onde e como surgiu, e a sua transformação até aos dias de hoje. E falar em gin é também falar em água tónica.

E chegamos aos botânicos e é inevitável o entusiasmo com o cheirar, tocar e provar, na tentativa de perceber o que é o quê!
O alambique não é esquecido e como o conhecimento do gin já parece outro, nada como demonstrar como é feita esta iguaria cada vez apetecida. O ritmo e entusiasmo estão conseguidos e agora é meter a mão na massa.

A prova de diferentes tipos de gin, para dar a perceber as tão diversas notas presentes, do seco ao doce, do cítrico ao floral; o contacto com os utensílios “necessários” à preparação do gin; o gelo ideal e a já habitual desmistificação da melhor forma de juntar a tónica!
Ponto alto. Agora que sabes, prepara o teu próprio G&T!

E é uma aventura o mundo do Gin! O resultado pode bem ser a descoberta do teu perfect serve.

“Mais do que um workshop e uma masterclass de gin, a Gin Lovers Experience pretende ser uma experiência intensa” refere a organização. Com a duração de quatro horas, estão a ser realizadas no Hotel Ritz Four Seasons e podem ser adquiridas na loja online Ginlovers por 65,00 euros.

Esgotadas no mês de junho, dias 7 e 14, as próximas Gin Lovers Experience acontecem a 12 de julho e 20 de setembro, das 15h00 às 19h00.

1 Comentário

  1. A cultura do Gin vai fazendo o seu percurso pelo país inteiro e Portugal pode tornar-se num dos exemplos do consumo moderado, com base no conhecimento dos ingredientes e da diversidade de combinações possíveis do zimbro com os botãnicos.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.