A Bela Adormecida pelo Ballet Nacional Russo neste Natal

untitled (1)O bailado A Bela Adormecida da Companhia de Ballet Nacional Russo poderá ser apreciado neste Natal em Portugal!

A Bela Adormecida é uma das mais famosas produções desta Companhia, sendo bailado em quatro atos e um prólogo. Conta com música de Piotr Tchaikovsky, libreto de Charles Perrault e coreografia de Marius Petipa. A interpretação estará a cargo dos excelentes bailarinos do Ballet Nacional Russo.

Prólogo – O Baptizado
O rei Florestan e a rainha convidaram todas as fadas para serem as madrinhas do baptizado de sua filha recém-nascida, Aurora. Enquanto as fadas oferecem seus presentes à bebé, um trovão anuncia a chegada da terrível fada Carabosse, que o mestre de cerimônias esqueceu de incluir na lista de convidados. Ultrajada, Carabosse anuncia que também dará um presente à bebé: quando Aurora completar 16 anos, ela vai se picar no dedo com uma agulha e mergulhará num sono eterno. Felizmente uma das fadas madrinhas ainda não havia dado o seu presente, e então contraria Carabosse, prometendo que Aurora não mergulhará num sono eterno, e sim, cairá num sono que durará até que um príncipe a desperte com um beijo e se case com ela. Como precaução, o rei proíbe todos os objetos aguçados no seu reino.

Ato I – O Feitiço
Aurora completou 16 anos. Quatro príncipes vieram pedir a sua mão em casamento. A corte reúne-se nos jardins e os camponeses e crianças dançam com as grinaldas de flores. A princesa dança com os seus pretendentes. Entra em cena uma velha que lhe oferece um ramo de rosas. Aurora aceita o presente e encontra uma agulha entre as rosas, um objeto que nunca havia visto. Segura na mão e, durante a dança acidentalmente, pica-se num dedo. Parece desmaiar, mas depois recompõe-se. A dança torna-se vertiginosa e Aurora desmaia de vez. Neste momento, a velha tira o seu disfarce e se revela Carabosse, exultante por ter se cumprido o seu feitiço. Mas de imediato surge a fada lilás para reafirmar também a sua promessa. Um véu cai sobre a cena e cresce uma floresta mágica para esconder o castelo, o reino e todos os seus arredores.

Ato II – A Visão
Passaram-se 100 anos. O príncipe Désiré caça na floresta mágica. Num momento em que se afasta do seu grupo, a fada Lilás, que também é sua madrinha, mostra-lhe a imagem da princesa. Désiré implora à fada Lilás que o leve para junto de Aurora, assim os dois viajam num barco encantado até ao palácio. Seguindo a fada, Desiré entra no quarto onde dorme Aurora, no meio da corte enfeitiçada. Desperta-a com um beijo e todos acordam de volta à vida. Désiré pede a mão de Aurora em casamento e o rei Florestan e a rainha concedem-na com alegria.

Ato III – O Casamento
A princesa casa-se com o príncipe e vivem felizes para sempre.

Trazido a Lisboa pela produtora UAU, o espetáculo poderá ser apreciado no Centro Cultural de Belém em Lisboa, nos dias 11 e 12 de dezembro, às 21h00 sendo que no dia 12 haverá também uma sessão às 16h00.

Os bilhetes para o bailado A Bela Adormecida já se encontram à venda nos locais habituais e os preços variam entre os 10 e os 30 euros.

Texto de Joana Resende

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.