A Bailarina De Auschwitz Já Chegou Às Livrarias Portuguesas

Nas palavras de Desmond Tutu, distinguido com o Nobel da Paz em 1984, A Bailarina de Auschwitz é uma dádiva para a Humanidade. É uma daquelas histórias raras e eternas que não vai querer acabar de ler e que o vai transformar para sempre.». Este livro de memórias de Edith Eger chegou agora às livrarias portuguesas, com chancela Desassossego.

A história inspiradora de uma sobrevivente do Holocausto que contactou com uma das figuras mais sinistras do regime nazi.

Edith Eger tinha 16 anos quando foi enviada para Auschwitz. Naquele campo de concentração suportou experiências inimagináveis, incluindo ser forçada a dançar para o infame Joseph Mengele. Durante os meses seguintes, a resiliência da jovem ajudou muitos a sobreviver. Quando o campo foi finalmente libertado pelas tropas americanas, Edith foi retirada de uma pilha de corpos moribundos.

Em A Bailarina de Auschwitz, Edith Eger partilha a sua experiência do Holocausto e as histórias extraordinárias das pessoas que ajudou desde essa altura. Atualmente, ela é uma psicóloga reconhecida internacionalmente e os seus pacientes incluem mulheres vítimas de abusos e soldados com síndrome de stresse pós-traumático. Edith Eger explica como a mente de muitos de nós se tornou numa prisão e mostra como a liberdade é possível quando nos confrontamos com o nosso sofrimento.

A autora Edith Eger foi eleita Professora de Psicologia do Ano (1972), Mulher do Ano em El Paso (1978) e recebeu um Prémio Humanitário do Senado do Estado da Califórnia (1992).

O livro de 320 páginas custa 17,70 euros.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.