9ª Edição Do Festival Todos Em Lisboa De 8 A 10 De Setembro

A Colina de Santana, no Campo dos Mártires da Pátria em Lisboa volta a receber Todos, o festival intercultural que viaja pelo mundo, sem sair da cidade.

Todos – Caminhada de Culturas volta a celebrar “todo o mundo de mundos em que cada vez mais vivemos”. A programação deste ano privilegia o encontro e o convívio, em festa e recorre a quatro grandes espaços: o Antigo Hospital Miguel Bombarda; o Jardim do Campo Santana, a Rua Luciano Cordeiro e o antigo quartel da GNR.

As Áfricas (Marrocos, Cabo Verde, Moçambique, Guiné, Angola…) estão presentes no programa, através do Grupo Acrobático de Tânger (novo circo a 9 e 10 setembro), da Orquestra Todos e de Aline Frazão (música a 8 setembro), de Biru & o Bando (música a 9 setembro), Marlene Monteiro de Freitas (dança a 9 e 10 setembro), Rui Catalão e Luís Leonardo Mucauro (teatro a 8, 9 e 10 setembro), Klemente Tsamba e Margarida Cardeal (teatro a 9 e 10 setembro).

O programa conta ainda com o ensemble PortuGoesas irá trazer uma abordagem erudita do cancioneiro tradicional e sacro da música goesa e portuguesa (10 setembro); Pangeia de Tiago Cadete (dança, teatro, artes visuais a 9 e 10 setembro).

Os refugiados de várias nacionalidades chegados à cidade, são parte do projeto Palácio Passajar (dança, música, teatro a 8, 9 e 10 de setembro), no Palacete da Rua Gomes Freire. A Rua Luciano Cordeiro, será iluminada pela projeto Rifar o Meu Coração (teatro a 8 e 9 setembro), de Mónica Calle.

O Jardim do Campo Santana continuará a ser o espaço anfitrião. Vários espetáculos (incluindo Phasmes, pela Compagnie Libertivore – circo, dança – 9 e 10 setembro) e experiências gastronómicas têm lugar neste espaço.

Uma semana antes do festival, chegam ao bairro os Protocole (9 setembro), malabaristas que vão envolver dezenas de pessoas de diferentes origens, idades e culturas, num projeto de convivialidade. O programa inclui ainda visitas guiadas, grafitti e exposições de fotografia.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.