9ª Edição Do Festival De Música De Setúbal Decorre De 23 A 27 De Maio

O Festival de Música de Setúbal está de volta, nesta que será a 9ª edição do evento, entre os dias 23 e 27 de maio, juntando artistas nacionais e internacionais de prestígio com mais de 1500 jovens da região, na criação e performances musicais, sempre sob a bandeira da inclusão social através da música.

A cidade de Setúbal volta a ser palco de concertos, performances, criações artísticas, debates e exposições, oferecendo um programa rico e elétrico, inspirado de novo no tema “Home”, que incluirá grandes peças de reportório clássico, passando por ritmos mais energéticos e jazzísticos e outras sonoridades de lugares mais longínquos.

Os concertos, eventos e as várias iniciativas vão ter lugar no Fórum Municipal Luísa Todi, Cais 3 (Porto de Setúbal), Avenida Luísa Todi – Praça do Bocage, Casa d´Avenida, Salão Nobre dos Paços do Concelho, Casa d’Avenida, Palácio da Bacalhôa (Azeitão), Auditório da Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal, Museu do Trabalho Michael Giacometti e na Igreja de São Julião.

O Festival de Música de Setúbal é mais do que um Festival, é um fenómeno sociocultural único e verdadeiramente inclusivo. O amplo trabalho desenvolvido com a jovem comunidade local e com as escolas ao longo de todo o ano letivo potencia vivências musicais nos jovens – alguns com necessidades educativas especiais – muitos dos quais não as teriam de outra forma. Este ano, alguns deles visitam casas de repouso para idosos numa partilha intergeracional de reminiscências, histórias e ideias para a criação de novas canções que prometem dar-nos alguns dos momentos mais comoventes e memoráveis desta edição.

O festival abrirá no dia 23 de maio, com a atuação da cantora Beatriz Nunes e o seu quarteto de jazz, seguida pelo maestro Paulo Lourenço, com o Coro de Câmara da Escola Superior de Música de Lisboa, no segundo dia do festival.

No programa deste ano destacamos a Orquestra Sinfónica Portuguesa com a sua maestrina Joana Carneiro, o premiado violinista André Gaio Pereira e, entre outros, o conceituado maestro Paulo Lourenço.

Do Reino Unido temos músicos como o ilustre Clarence Adoo – paralisado desde um acidente de viação e que agora toca um instrumento especialmente inventado para si – o trombonista John Kenny (com o carnyx – um antigo instrumento de guerra Celta), o trompetista Torbjörn Hultmark e a cantora e compositora Merit Ariane, regressando a Setúbal como artistas em residência.

Durante o festival será ainda apresentado o 2º Simpósio Internacional de “Música, Saúde e Bem-Estar”, alargado a dois dias de apresentações públicas de especialistas e profissionais de Portugal, Reino Unido e de outros países.

Os temas irão desde a música nas maternidades até às instituições de repouso para idosos e incluem projetos musicais que envolvem os sem-abrigo e integram os refugiados e asilados.

Veja a programação completa aqui.

Os preços variam consoante o concerto e a atividade, havendo eventos de entrada livre, e os bilhetes podem ser adquiridos no local e online.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.