7ª edição do 8 ½ Festa do Cinema Italiano termina com dois vencedores ex aequo

fci_01“La mafia uccide solo d’estate” (“A Máfia só mata no Verão”), de Pierfrancesco Diliberto (PIF) e “The Special Need”, de Carlo Zoratti e Cosimo Bizzarri, foram os vencedores, ex aequo, do 8 ½ Festa do Cinema Italiano que terminou em Lisboa na passada sexta-feira, 18 de abril.

“La mafia uccide solo d’estate” (“A Máfia Só Mata no Verão”), que também recebeu o Prémio do Público do Festival de Turim, é uma crónica siciliana, irónica e humorística, sobre as tentativas de Arturo para conquistar o coração da sua amada, dentro de um contexto histórico “muito complexo nas últimas décadas em Itália”, refere a organização do festival.

“The Special Need”, de Carlo Zoratti e Cosimo Bizzarri, é um documentário que conta “a história de um autista que nunca teve relações sexuais e segue em viagem com dois amigos para tentar satisfazer este desejo”.

O festival atribuiu ainda o prémio Canais TVCINE, votado pelo público, a “Zoran,o meu sobrinho herdado”, de Matteo Oleotto, que conta a história de Paolo Bressan que “herda” um “sobrinho”, Zoran, um estranho rapaz de 15 anos com talento para lançar dardos.

O programa do festival incluiu ainda uma homenagem a Vittorio Storaro, que foi galardoado com o Prémio Carreira.

Depois de Lisboa, o 8 ½ Festa do Cinema Italiano vai para Coimbra, onde decorre até 23 de abril, no Teatro Académico Académico Gil Vicente, seguindo-se o Porto, de 24 a 27 de abril, na Casa das Artes, o Funchal, de 8 a 11 de maio, no Teatro Municipal Baltazar Dias, e Loulé, de 16 a 18 de maio, no Cine-Teatro Louletano.

Texto de Catarina Delduque

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.