6ª Edição Do Belém Art Fest Arrancou Marcada Pelo Frio

Reportagem de Elsa Furtado

Foi com frio e algum vento que arrancou a 6ª edição do Belém Art Fest, o Festival dos Museus à Noite, que abre as portas de alguns dos museus do Bairro de Belém à noite, durante dois dias.

Neste primeiro dia, foram alguns curiosos e turistas que circularam entre os habituées e lisboetas que vieram ao primeiro dia do festival, para visitar e ouvir concertos em espaços que nem sempre estão abertos ao público.

No Picadeiro Real ouviram-se as vozes de Marta Hugon e o som dos Jacarés animaram o público presente, que não se fez de rogado, bateu palmas e até dançou, talvez naquele que foi um dos concertos mais animados desta primeira noite. O espaço, protegido e lindissimo do Picadeiro também ajudaram a criar uma boa atmosfera.

Ao lado, nos Jardins do Palácio da Presidência, atuaram o Trio Edna e os Cais de Sodré Funk Connection, aqui o público não teve tanta sorte, com o frio a fazer-se sentir fortemente. No Museu da Presidência foi ainda possível visitar e conhecer as colecções patentes, sendo este o museu mais recente do itinerário do Belém Art Fest 2017.

O Claustro do Mosteiro dos Jerónimos é um dos cenários mais bonitos e românticos do festival, nesta primeira noite tiveram lugar os concertos mais intimistas de Valter Lobo e de Tiago Bettencourt – um dos concertos com mais público desta noite.

No Museu de Arqueologia é possível visitar a exposição temporária Loulé: Territórios, Memórias e Identidades para além da mostra permanente Religiões da Lusitânia; e como habitualmente, o palco dos concertos está instalado no último piso do edifício, na zona de serviços. Por aqui ouviu-se o rock dos King John e ainda o som de Sean Riley & Slowriders.

O Museu Coleção Berardo mais uma vez acolheu a dance music, com as atuações de LOT, Thunder & CO, DJ Ride, DJ JonyDaFox e Dj Dynamic Duo.

O Belém Art Fest regressa mais logo, pelas 19h00, para mais concertos, com destaque para a atuação de Rui Veloso no Claustro do Mosteiro dos Jerónimos, às 23h30, (com lugares limitados); e para os Dead Combo nos Jardins do Palácio de Belém às 23h00, neste último aconselha-se a chegar com tempo, pois a entrada no recinto está abrangida pelas regras de segurança de acesso ao Palácio Presidencial.

Se vierem mais cedo e quiserem petiscar pela zona é possível fazê-lo no Jardim da Praça do Império, onde está instalado o mercado de street food, que vai funcionar das 11h00 às 22h00.

Está também a funcionar os shuttles em Mini, entre os vários espaços do Festival, facilitando assim a deslocação dos visitantes.

Os bilhetes estão à venda online, e na bilheteira em frente ao Mosteiro dos Jerónimos, custam 20 euros e devem ser trocados por pulseiras que dão acesso a todos os espaços do festival.