640 atividades sob o tema Lugares de Memória assinalam amanhã o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

cartaz_dia_int[dropcap]A[/dropcap]manhã, 18 de abril celebra-se o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, este ano sob o tema Lugares de Memória, por todo o país a data vai ser assinalada com 640 atividades, distribuídas por 170 concelhos e promovidas por 345 entidades públicas e privadas, na maioria com entrada gratuita, tendo muitas delas já arrancado no passado sábado, dia 12 e a decorrer até dia 20. O C&H deixa-lhe aqui algumas sugestões, mas pode consultar o programa completo aqui.

Começamos a Norte, no Porto destaque para a Fundação de Serralves, que realiza a iniciativa  Serralves Fora d’Horas de abril, que este ano coincide com o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios., e que além do horário alargado, até às 23h00, vai ter entrada gratuita durante todo o dia no Museu e no Parque.

serralves_28No dia 18, o Museu, a livraria e o bar do auditório estarão abertos das 10h00 às 23h00 e o Parque das 10h00 às 19h00.

O programa de 18 de abril do Serralves Fora d’Horas, iniciativa que tem lugar uma vez por mês, inclui visita aos espaços arquitetónicos, por Inês Caetano, das 14h30 às 16h00, “Conversas no Museu: ‘Mira Sechendel’ e 12 contemporâneos: Estados Presentes’”, por Inês Caetano, das 19h00 às 20h00 e visita noturna ao parque, por André Rodrigues e Marco Ramos, entre as 21h30 e as 23h00 ou as 21h45 e as 23h15.

museu_guardaSeguimos para a Guarda, onde o Museu Municipal em parceria com o Município local, vão desenvolver várias atividades, para as quais se convida toda a população – e em particular os jovens em idade escolar, que contemplam uma Mesa Redonda, visitas guiadas à Sé Catedral, à Torre de Menagem, ao Centro Histórico da Guarda, ao Castro do Jarmelo, à Escola de Artes e Ofícios de Maçainhas e ao Museu de Tecelagem dos Meios.

Na Nazaré, a proposta é uma viagem através de “Percursos de Água”, levando os participantes, a espaços únicos, existentes nas freguesias que compõem o Concelho.

“A escolha deste subtema justifica-se pela importância da água para as freguesias de Famalicão, Valado dos Frades e Nazaré, designadamente para as suas atividades económicas”.

A acção de hoje tem lugar em Valado dos Frades, e o encontro está marcado para as 14h00, junto ao Centro Cultural (Percurso no autocarro municipal).

“Percurso explicativo desde a Ponte das Barcas até Valado dos Frades onde se fará uma abordagem sobre a Ponte das Barcas, extinta laguna da Pederneira e Bico do Frei António.

Local da Mina: Breve explicação sobre o aparecimento, naquele local, do Túmulo da 9 Musas, hoje exposto no Museu do Carmo. Visita guiada ao local de Águas Belas”.

Em Vila Nova da Barquinha, a proposta é uma visita guiada à Igreja Matriz de Atalaia, Monumento Nacional desde 1926, e que podem ser realizadas nos dias 18, 19 e 20 de abril, às 10h30 e são gratuitas.

TomarEm Tomar, o destaque vai para o Convento de Cristo e a sua recentemente restaurada Charola. O programa começa com a abertura do Castelo Templário e apresenta “um vasto programa cultural, lúdico e educativo, que se prolonga pelos espaços conventuais”.

A sessão de abertura das comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios está marcada para as 10h30, com o ato simbólico de entrega da chave e abertura do castelo à presidente da autarquia de Tomar.

Várias visitas guiadas à alcáçova e ao Convento de Cristo estão programadas e decorrem ao longo de todo o dia. Destaque ainda para a visita evocativa da obra de Fernão Álvares do Oriente (séc. XVI) que relata os encontros secretos, no tempo de Filipe de Espanha, dos cavaleiros portugueses com os religiosos do Convento de Cristo. Designada “Os encontros da Lusitânia Transformada: da Cerca ao Convento de Cristo”, a visita tem início no laranjal do Convento, às 11.00h e às 15.00h. Todas as visitas guiadas pressupõem marcação prévia.

O programa inclui ainda representações de teatro pelos Fatias de Cá, música, demonstrações de artes medievais, Tiro com Arco, atividades para crianças – “Tesouro dos Templários”, e encerra Às 16h30, com um concerto pela Orquestra de Metais Canto Firme.

Na Capital, para além da já habitual visita às Termas Romanas da Rua da Prata e ao Criptopórtico (por debaixo do edifício do Millenium BCP) e ao Castelo de S. Jorge, pode ainda participar no  Peddy Paper do Museu da Marioneta, que tem lugar amanhã, dia 18 de abril, entre as 10h00 e as 12h00, e as 14h00 e as 16h30. A inscrição é gratuita.

 A subir e a descer, a Madragoa vais conhecer!
Um museu que já foi convento, uma igreja que já foi cinema, um chafariz que já foi local de convívio: estas e muitas outras histórias fazem parte da memória das ruas e lugares do bairro da Madragoa!
Para o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, convidamos todos a descobrir o bairro da Madragoa, através de um peddy papper muito divertido, onde cada pista levará a conhecer melhor esta zona de Lisboa.

palácio penaEm Sintra, as atividades foram muitas no decorrer desta semana, e com acesso gratuito aos Monumentos e Parques que integram as Celebrações. Oportunidade ainda para hoje realizar uma visita guiada ao Palácio da Pena ou ao Palácio de Queluz, (mediante inscrição prévia).
Entre as 10h30 e 12h30 decorre  uma visita guiada ao Parque da Pena, pela Arq.ª Paisagista Elsa Isidro dos Parques de Sintra, e a atividade “A Família Real Portuguesa no Parque da Pena”.

Percorrer o Parque da Pena e passar em revista os membros da família real portuguesa que contribuíram para a sua construção e vivência. Visita com início nos Lagos da Pena, onde se recordará a memória do rei-Artista D. Fernando II de Portugal e sua obra paisagista. Na Feteira da Rainha invocar-se-á a contribuição de D. Amélia, no jardim das Camélias os príncipes (cujo nome permanece no parque através da coleção de camélias),e no trono da Rainha (com vista para o Palácio da Pena) a personalidade da Rainha D. Maria II de Portugal.

Entre as 15h00 e as 17h00, visita guiada aos Jardins do Palácio de Queluz pela Arq.ª Paisagista Inês Castro Caldas, Parques de Sintra.

Visita aos Jardins de Queluz e o caso particular da Recuperação do Jardim Botânico. Percorrer os Jardins do Palácio de Queluz, compreender a sua história e vivência, eparticipar numa visita técnica sobre o projeto de recuperação do seu Jardim Botânico. Visita com início na entrada do Palácio, passando pelos jardins de Malta e Pênsil, pelos bosquetes e percorrendo o canal de azulejos até chegar à área do antigo Jardim Botânico de Queluz.

Em Palmela, o destaque vai para a promoção de um passatempo fotográfico: Arrábida: Lugar de Memória, que tem  como objetivo otimizar o trabalho desenvolvido no âmbito da Candidatura da Arrábida, sensibilizar a comunidade local para a importância deste património e envolvendo-a no processo de candidatura, a autarquia convida os interessados a remeter para o Museu Municipal de Palmela fotografias que expressem o vínculo entre a sua memória e a Arrábida. As fotografias podem ser recentes ou selecionadas do álbum de família, explica a organização.

No Alentejo, a proposta é uma visita guiada à Gruta do Escoural, às 10h30, guiada pelo arqueólogo António Carlos Silva (mediante inscrição prévia).

A terminar, o Fluviário de Mora “dá a conhecer aos visitantes um pouco da sua história através de um pequeno filme que será exibido no auditório, com a atividade “Ideia e Obra”, e propõe ainda a rememoração de um rio com a sua fauna e flora, em plena natureza do Parque Ecológico do Gameiro – local em que o Fluviário de Mora se encontra inserido – podem ser o ponto de partida para a descoberta doutros Lugares de Memória do Concelho de Mora.

O Dia Internacional de Monumentos e Sítios é comemorado a 18 de abril, foi criado pelo ICOMOS (Conselho Internacional dos Monumentos e Sítios) em 1982, e aprovado pela UNESCO e tem como objetivo “sensibilizar os cidadãos para a diversidade e vulnerabilidade do património, bem como para o esforço envolvido na sua proteção e valorização.”

Por Elsa Furtado
Fotos C&H

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.