49 Anos de Ponte Sobre o Tejo Assinalados em Exposição

PT_EP_JAEAF_CT_577_61

A Estação de Santa Apolónia foi o primeiro local escolhido para receber a mostra itinerante A Ponte Que Nos Liga, por ocasião do 49º aniversário da Ponte Sobre o Tejo.

Baptizada à época de Ponte Salazar e depois de Ponte 25 de Abril, esta infraestrutura, inaugurada a 6 de agosto de 1966, foi desde sempre considerada uma obra maior da engenharia portuguesa e um símbolo quer do país quer da Capital. A sua construção além de marcar uma época, mudou para sempre a vida de muitos portugueses, e a relação com a margem sul.

Projetada inicialmente com dois tabuleiros, um deles para o comboio, só em 1999 é que foi finalmente concretizado a obra e o primeiro comboio pôde a atravessar o Tejo, ajudando a transportar cada vez mais e mais depressa passageiros e moradores de ambas as margens do rio. Atualmente, a ferrovia regista uma afluência de cerca de 174 comboios/dia e, a rodovia, mais de 140.000 veículos diários.

“A mostra é composta por 16 fotografias e revisita as datas que marcaram a história desta infraestrutura mas centra-se, sobretudo, no registo iconográfico da construção da ponte que ligou a margem norte à margem sul do rio Tejo e que, ao longo de 49 anos, soube adaptar-se e responder às necessidades de mobilidade urbana, acompanhando o processo de metropolização a sul”, explicam os responsáveis pela em comunicado.

A Ponte Que Nos Liga é uma mostra itinerante, da responsabilidade das Infraestruturas de Portugal e que pode ser vista até 3 de setembro na Estação de Santa Apolónia, de 4 a 30 de setembro, na Estação de Roma-Areeiro, seguindo depois viagem para a Estação de Lisboa-Oriente, até 20 de outubro.

Texto de Elsa Furtado

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.