38º Fantasporto Arranca Amanhã No Teatro Rivoli No Porto

Entre 20 de fevereiro e 4 de março, o Fantasporto está de regresso ao Teatro Rivoli para a 38.ª edição. O festival arranca com duas sessões de abertura, a oficial, a 20 de fevereiro, com o filme Marrowbone de Sergio G. Sánchez e a sessão que dá início à competição com a super-produção russa baseada no clássico de Leon Tolstoi, Anna Karenina: Vronsky’s Story, de Karen Shaknazarov.

Durante 13 dias, o festival irá apresentar 102 filmes (entre 609 inscritos), sobretudo antestreias mundiais, europeias e em Portugal, em quatro secções competitivas: a do Cinema Fantástico, Semana dos Realizadores, Orient Express e Cinema Português, oriundos de 60 países entre os quais África do Sul, Argentina,  Áustria, Austrália, Bangladesh, Bielorússia, Bósnia Herzegovina, Bulgária, Brasil,  Canadá, Cambodja,  Chile, China, Colômbia, Coreia do Sul, Cuba, Dinamarca, Estados Unidos da América, Egipto, Emiratos Árabes Unidos, Eslováquia, Estónia, Filipinas, Finlândia, Índia, Irão, Iraque, Islândia, Israel, Japão,  Líbano, Luxemburgo, Macedónia, Marrocos,  México, Noruega, Nova Zelândia, Polónia, República do Quirguistão, Reino Unido, República Checa, Roménia, Rússia, Suécia, Suiça, Taiwan, Turquia, Ucrânia, Venezuela e logicamente Portugal, entre muitos outros países europeus.

Nesta última, terão estreia três longas metragens portuguesas: Uma Vida Sublime de Luís Diogo, Doutores Palhaços de Bernardo Lopes e Helder Faria e ainda Aparição de Fernando Vendrell.

O festival dedica ainda uma homenagem a Lauro António, um dos Prémios de Carreira Fantasporto de 2018. Em destaque também a Retrospectiva do Mestre realizador de Taiwan, Chang Tso-Chi, e uma mostra dos chamados Taiwan B-Movies dos anos 70 e 80, com filmes remasterizados.

Haverá ainda um grande debate com grandes personalidades de nível mundial sobre a Bioética- uma disciplina, que, ligada à Ficção Científica, dá o mote ao Forum Fantasporto 2018. Paralelamente, o festival contará com atividades de acesso livre como debates, workshops, exposições, apresentações de livros, artes performativas e pequenos espetáculos.

O festival encerra a 3 de março com o filme Le Fidèle (Fidelidade Sem Limites), de Michaël R. Roskam, representante da Bélgica aos Óscares. A sessão de entrega de prémios tem lugar no dia 4.

Os bilhetes para o Fantas estão à venda no local e online e rondam os 5 euros por sessão.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.