300 Anos Do Palácio Nacional De Mafra Assinalados Com Programa Especial

Mafra assinala o tricentenário da cerimónia de colocação da primeira pedra da Basílica do Palácio Nacional de Mafra, com um programa repleto de atividades, a decorrer de 17 de novembro de 2016 e 17 de novembro de 2017, sob o mote: Qualificar e Conhecer. 

O programa das celebrações inclui conferências, exposições, recriações históricas, lançamento de livros, missas, concertos, espetáculos piromusicais e videomapping. Entre a vasta programação destaque para as visitas aos subterrâneos do Palácio; a exibição da peça Memorial do Convento – a partir da obra de José Saramago, seguida de uma Sopa de Pedra no Refeitório dos Frades; e ainda para a exposição Memorial do Convento organizada pela Fundação José Saramago, a ser instalada na Ala norte do Palácio Nacional de Mafra.

E ainda a requalificação dos espaços e de equipamentos; como a recuperação dos carrilhões; da pintura mural da sala do trono; melhoria das acessibilidades físicas e de comunicação, como por exemplo um elevador, o acesso à Basílica, nova sinalética e tabelas nas salas, e instalação de áudio-guias.

Também a Tapada Nacional de Mafra focará a sua intervenção na requalificação, e na comunicação para o exterior, com a realização de eventos complementares, associados à efeméride.

O conjunto arquitetónico de Mafra é um dos mais grandiosos e esplendorosos do nosso país, e exemplo máximo do Barroco em Portugal, mandado construir por D. João V. É constituído por um paço real, uma basílica, um convento, um hospital monástico, um jardim e uma tapada, e uma das mais notáveis bibliotecas do século XVIII, e ainda uma Escola de Armas. E onde se destaca a colecção de Escultura Barroca, os dois carrilhões (os maiores do mundo, constituídos por 98 sinos afinados musicalmente entre si), e o único conjunto conhecido de seis órgãos de tubos concebidos para utilização simultânea.

A iniciativa é uma organização conjunta da Direção Geral do Património Cultural/ Palácio Nacional de Mafra, Câmara Municipal de Mafra, Escola das Armas, Paróquia de Mafra e Tapada Nacional de Mafra, e pretende dar a conhecer o diversificado conjunto patrimonial.

O programa completo pode ser consultado aqui.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.