30 Seconds to Mars no Meo Arena

30sec_Mars_1O Meo Arena recebeu no dia 29 de outubro, os 30 Seconds to Mars, banda norte-americana liderada pelo cantor e também ator Jared Leto.

As portas abriram antes das 20h00 para um aquecimento a cargo dos You Me At Six, banda a soar a punk, que não convenceu lá muito a audiência, que ainda deixava antever muitas clareiras na sala lisboeta.

Depois da atuação destes rapazes e da espera habitual, a noite arrancou então com “Night of the Hunter”, do álbum This Is War, de 2009. Jared Leto, de capuz e rosto tapado, surge numa estrutura elevada, sobre os seus companheiros e provando por que é o líder indiscutível do grupo que regressou a Portugal para apresentar o recente Love, Lust, Faith and Dreams. Já com o vocalista a pisar o palco, segue-se “Search and Destroy”, do mesmo álbum.

O concerto prosseguiu com “This Is War”, tema acompanhado por imagens de guerras, manifestações e por alguns fãs mais entusiastas que seguiam a letra. A tirar partido da sua popularidade, Leto convida dois membros da assistência para um abraço em palco, ao que se seguiu “Do or Die”, com o vocalista rodopiante a empunhar a bandeira portuguesa. “Portugal é a nossa segunda casa”, gritou Jared Leto.

Depois destes momentos de interação, os 30 Seconds to Mars apresentaram o novo disco e aproveitaram para lamentar o facto de Cavaco Silva não ter aceite o convite para subir ao palco.

A euforia deu então lugar a temas acústicos como “Alibi” e “From Yesterday” e nem sequer faltou a interpretação de “Stay” de Rihanna. A festa terminou com “Closer to the Edge” e “Up in the Air”, tema do trabalho mais recente, que contou com muitos saltos dos fãs convidados a partilhar o palco com Leto e companhia.

Texto de Alexandra Gil
Fotos de João Paulo Wadhoomall, cedidas por Everything Is New

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.