1ª Edição Da Morabeza — Festa Do Livro Na Cidade Da Praia

O Palácio da Cultura da cidade da Praia e a Biblioteca Nacional, em Cabo Verde, acolhem, entre os dias 30 de outubro e 5 de novembro, a 1ª edição da Morabeza — Festa do Livro.

O evento conta com a presença de cerca de 40 escritores convidados, entre outras figuras e artistas, que participarão em mesas de debate, concertos, sessões de poesia, acções de formação, visitas a escolas e muitas outras atividades.

Com o objetivo de aproximar a língua portuguesa, definir estratégias de promoção da literatura, promover a produção literária cabo-verdiana e desenvolver o meio editorial local, a Morabeza – Festa do Livro assume-se com o maior evento literário dos PALOP.

A programação incluiu a pintura de um mural em homenagem à literatura cabo-verdiana. Haverá sessões de formação sobre temas como «A internacionalização da literatura cabo-verdiana», «Mediação literária – Plano Municipal de Leitura». «Como criar uma editora» ou ainda «Panorama da literatura portuguesa e brasileira» e oficinas de «Construção de narrativas ilustradas» e «Residência artística».

A Morabeza – Festa do Livro apresenta uma Feira do Livro, vários lançamentos e apresentações de obras e a exposição de ilustração Capital de Afonso Cruz

Destaque para o Seminário Internacional “Luís Romano e o Brasil” e, ainda, as várias mesas de debate programadas com as presenças de nomes como Mia Couto, Ana Margarida de Carvalho, José Rodrigues dos Santos, José Eduardo Agualusa, Valter Hugo Mãe, entre muitos outros.

Entre os muitos temas de trabalho e debate com profissionais e estudantes, na Biblioteca Nacional de Cabo Verde, estará a definição de uma estratégia de promoção da literatura cabo-verdiana além-fronteiras. Este esforço de promoção da literatura local está bem presente no Colóquio Eugénio Tavares, que celebrará os 150 anos do nascimento do poeta da ilha da Brava.

A Morabeza — Festa do Livro terá uma significativa concentração de talento, já que acolherá vencedores de prémios literários nacionais e internacionais, para três dias de debate e descoberta da cultura caboverdiana, seja na escrita, na música ou nas artes plásticas.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.