17º Festival Terras Sem Sombra Arranca Este Fim De Semana Em Barrancos

Arranca este fim de semana, em Barrancos, a 17ª edição do Festival Terras sem
Sombra, que tem como mote: “Através do Incêndio: Contingências, Expectativas e Superações na Música Ocidental (Séculos XVI-XXI)”. O programa inclui concertos, atividades de Património e Salvaguarda da Biodiversidade e tem a Bélgica como país convidado.

A abertura do festival é da responsabilidade do ensemble belga Les Abbagliati, que vai apresentar música das culminâncias do Barroco no Cineteatro de Barrancos, hoje, às 21h30, em concerto de entrada livre.

O programa deste fim-de-semana inclui ainda uma visita ao património edificado e paisagístico de Barrancos intitulada “Entre o Alentejo e a Andaluzia”; e uma acção de sensibilização para a geodiversidade do Vale da Ribeira de Múrtega, sob a orientação do geólogo João Matos, do Laboratório Nacional de Geologia e Energia.

O festival continua a 26 e 27 de junho, em Alter do Chão, com a presença do agrupamento La Ritirata, num concerto subordinado ao tema “Il Spiritillo Brando: Música de Corte na Península Ibérica e no Vice-Reino de Nápoles (Séculos XVI-XVII)”; Arraiolos (3 e 4 de julho); Santiago do Cacém (17 e 18 de julho); Castelo de Vide (31 de julho e 1 de agosto), Beja (7 e 8 de agosto), Sines (21 e 22 de agosto), Ferreira do Alentejo (4 e 5 de setembro), Viana do Alentejo (12 e 13 de setembro) e Vila Nova de Mil Fontes (18 e 19 de setembro).

O programa inclui atuações de agrupamentos da República Checa e de outros países (reprogramados da edição anterior interrompida devido à situação pandémica) e de artistas da Bélgica.

As iniciativas e os concertos têm entrada livre e gratuita, e decorrem aos fins-de-semana até outubro, sujeitas às regras sanitárias determinadas pelas autoridades de saúde, no âmbito do combate à pandemia da Covid-19.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.