130 Anos d’Os Maias Assinalados Na Fundação Calouste Gulbenkian

A Fundação Calouste Gulbenkian, em colaboração com a Fundação Eça de Queiroz, apresenta a exposição Eça e Os Maias. Tudo O Que Tenho No Saco, uma mostra comemorativa dos 130 anos do romance Os Maias, sendo este o eixo central da exposição, que gravita em torno da vida e obra de José Manuel Eça de Queirós.

A mostra inclui crónicas, romances e contos do autor, bem como cartas, fotos, pinturas, gravuras e caricaturas do mundo queirosiano. A par de música da época e excertos de filmes, a exposição conta ainda com parte do espólio pessoal de Eça de Queirós, atualmente guardado na Casa de Tormes, e pela primeira vez exposto em Lisboa, como é o caso da secretária pessoal, onde Eça escrevia de pé e da cabaia chinesa.

Em 1881, Eça, numa carta dirigida a Ramalho Ortigão, escrevia “O romance praticamente pronto…onde coloquei tudo o que tenho no saco”. Sob o nome Os Maias, Episódios da Vida Romântica o livro seria editado em 1888, sem grande impacto literário. A exposição pretende, desta forma, comemorar os 130 anos do romance.

A mostra, patente até ao dia 18 de fevereiro de 2019, na Galeria do Piso Inferior do Edifício Sede da Fundação, pode ser visitada das 10h00 às 18h00, exceto às terças-feiras, com entrada gratuita.

Como programa paralelo a esta exposição serão exibidos os filmes Amor & Companhia, a 3 de dezembro, Singularidades de uma Rapariga Loura, a 28 de janeiro e Os Maias, de João Botelho, a 16 de fevereiro. Sessões gratuitas no Auditório 3, com levantamento de bilhete.

Ainda sobre Eça de Queirós, estão agendadas as conversas “Escritores de Eça de Queirós”, no dia 17 de dezembro; “Das Utopias: de Eça e de Hoje”, no dia 21 de janeiro; “Eça: Pintura e Ilustração”, no dia 4 de fevereiro. As conversas terão lugar no Auditório 3 e a hora será confirmada posteriormente. Nota para a conversa “Ilustradores das Obras Queirosianas” a ter lugar no Átrio da Biblioteca de Arte, no dia 5 de fevereiro, pelas 17h30.

Por fim, estão programadas Jantares Queirosianos com o Chefe Miguel Castro e Silva, nos dias 5 de dezembro, 15 e 22 de janeiro e 16 de fevereiro, na Sala do Foyer, com o custo de 25 euros.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.