A Rapariga que Derrotou o Estado Islâmico

raparigaA Rapariga que Derrotou o Estado Islâmico, o livro que dá a conhecer ao mundo a história de incrível coragem de Farida Khalaf, a jovem iazidi que após longos meses de cativeiro, espancamentos e violações, conseguiu libertar-se do terror jihadista, foi recentemente lançado entre nós pelas Edições ASA.

Em agosto de 2014 Farida, então com 17 anos, era uma jovem iraquiana normal. Na sua aldeia no Iraque reinava a paz. Mas isso era “antes”.
O “depois” impôs-se com a brutalidade de um pesadelo. Decorria ainda o mês de agosto quando a sua aldeia, não-muçulmana, foi ocupada pelo Estado Islâmico. Os aldeãos enfrentaram as ameaças com a dignidade da fé. Unidos, recusaram converter-se ao Islão. E pagaram o preço. Os jiadistas assassinaram todos os homens e rapazes, e raptaram as mulheres e crianças.
O que seguiu está para lá dos limites da imaginação. O dia-a-dia feito de espancamentos e violações. A indignidade dos mercados onde o Estado Islâmico vendia as prisioneiras como se fossem gado. Mas após várias tentativas de suicídio, a revolta falou mais alto. Farida decidiu lutar até ao fim das suas forças. E um dia, os terroristas esqueceram-se de trancar a porta do seu quarto. Foi o dia com que sonhara durante os longos meses de cativeiro. Foi o dia em fugiu pelo deserto da Síria disposta a morrer pela liberdade.
Hoje, com 19 anos e a viver como refugiada na Alemanha, Farida enfrenta uma nova batalha: o estigma da violação (na comunidade iazidi, uma mulher violada é ostracizada). Com a colaboração da editora de política e especialista no Médio Oriente Andrea C. Hoffmann, Farida escreveu este livro, um documento que revela ao mundo uma perspectiva sem precedentes sobre os horrores praticados pelo Estado Islâmico.
Sobre o seu futuro, Farida Khalaf é categórica: Quando concluir o secundário na Alemanha, vou estudar e tornar-me professora de Matemática, como sempre desejei. Os fanáticos, que reduziam as raparigas à categoria de objetos, não me impedirão. Sobrevivi para lhes mostrar que sou mais forte do que eles.

Um testemunho impressionante, com 240 páginas, à venda por 15,90 euros.

Texto de Rosa Margarida

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.