Belém Art Fest Regressa de 6 a 7 de Maio

O Festival de Artes e Cultura da zona de Belém – Belém Art Fest volta a animar os museus desta zona de Lisboa nos dias 6 e 7 de maio. 

Este ano na sua 5ª edição, o festival volta a ocupar e animar à noite o Claustro do Mosteiro dos Jerónimos, o Museu Coleção Berardo, o Museu Nacional de Arqueologia e o Jardim da Praça do Império.

Para o primeiro dia estão já anunciadas as presenças de Sara Tavares no Claustro do Mosteiro dos Jerónimos; Balla no Museu Nacional de Arqueologia;  e para o Museu Berardo o alter-ego de Pedro Ribeiro – Captain Boy, The Happy Mess, que tocará temas de Half-Fiction, o disco mais recente do grupo, lançado no final do ano passado, DJ Jony DaFox, e ainda DJ Kwan.

Para sábado dia 7 atuam no Claustro do Mosteiro dos Jerónimos os Gospel Collective e Tim; para o Museu de Arqueologia estão já confirmados o músico de jazz Salvador Sobral,  o psicadelismo de Cave Story e a dance music de Thunder & Co.; e para o Museu Coleção Berardo estão já confirmados os D’Alva (dupla formada por Alex D’Alva Teixeira e Ben Monteiro), o projecto Mirror People, de Rui Maia e The Voyager Band.

No Jardim da Praça do Império vai estar instalado um mercado de street food (zona de restauração do festival), um mercado português de design e artesanato (organizado em parceria com a Mapa Eventos) e diversas atividades ao ar livre, para além de um palco por onde vão passar estilos musicais diversos, como o hip-hop, o chill out e à bossa nova. Estão já confirmadas as actuações da banda Pirataria 2635, Bully e o DJ X-Acto para sexta; e para sábado estão previstas as atuações de Denise (que funde o soul com o boom bap do hip-hop), Taser que apresenta as novidades no beatmaking, e MK Nocivo.

Completam a programação atuações da Jazzy Dance Studios, que fará as suas exibições de dança nos vários espaços, um workshop de Fotografia em Festivais de Música, da APORFEST, que terá lugar durante os dois dias do evento, e a participação do Instituto Gulbenkian de Ciência, que este ano leva uma instalação interativa da Morfogénese Musical.

Os bilhetes vão estar à venda online, locais habituais e na bilheteira situada na recepção do Museu Nacional de Arqueologia e custam para um dia 15 euros e para os dois dias 20 euros. Devem depois ser trocados por uma pulseira nos dias do evento. O festival tem início às 12h00 e encerra às 4h00, nos dois dias.

Texto de Elsa Furtado

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.