11ª Edição Do Festival Das Artes Arranca Em Coimbra A 19 De Julho

Coimbra volta a ser palco de 19 a 28 de julho, do Festival das Artes. O festival organizado pela Fundação Inês de Castro celebra, este ano na sua 11ª edição, tem como tema “Luz e Sombra nas Artes”.

No dia 19 de julho, pelas 21h30, o Convento de São Francisco é palco do concerto do Ensemble Mediterrain, grupo de música de câmara fundado em Berlim, com direção do violoncelista Bruno Borralinho.

No dia seguinte, pelas 21h30, o Parque de estacionamento do teatrão transforma-se em cinema drive-in, com exibição do Cinema Paraíso.

No dia 21 de julho, Camerata Atlântica, com direção de Ana Beatriz Manzanilha atuam no Convento de São Francisco. Segue-se, no dia 22, o Recital de Piano Giosué de Vicenti, na Biblioteca Joanina da Universidade de Coimbra e no dia 23, o Anfiteatro Quinta das Lágrimas acolhe o Bailado Tudo Quanto Vi, numa homenagem a Sophia de Mello Breyner Andresen.

Também na Quinta das Lágrimas, a Macau Youth Orchestra; Alma Nuestra com Salvador Sobral e Maria Ana Bobone, fado e piano, atuam nos dias 24, 25 e 26 de julho, respetivamente, pelas 21h00.

A Antiga Igreja do Convento São Francisco recebe o recital de órgão e violoncelo barroco Avres Serva, no penúltimo dia do festival.

O Festival das Artes encerra, no dia 28 de julho, pelas 21h00, no Anfiteatro Quinta das Lágrimas, a Opera Gala, com a Orquestra Filarmónica Portuguesa e o maestro Osvaldo.

Os bilhetes estão à venda a partir de 13 euros e podem ser adquiridos no local e online.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.