Xutos & Pontapés emocionaram 2º dia de Optimus Alive com regresso de Zé Pedro

Texto de Elsa Furtado e Fotos de Sara Santos

 

O segundo dia do Optimus Alive prometia muitas surpresas, especialmente no concerto dos Xutos & Pontapés, que não desapontou os fãs que os aguardavam ansiosamente. Foi com emoção que Zé Pedro, fundador da banda, entrou em palco após vários meses de ausência por razões de saúde, saudou o público, agradeceu todo o apoio recebido durante estes meses dos fãs, da família e dos amigos, agradeceu aos colegas e começou o concerto com uma homenagem a um velho amigo recentemente desaparecido – Zé Leonel, primeiro vocalista da banda.

Depois foi sempre a abrir e com muita força que os Xutos se estrearam no Optimus Alive, com “Sémen”, um dos temas mais fortes e antigos da banda nacional. Seguiram-se temas como “Ai Se Ele Cai”, “À Minha Maneira”, “Não Sou o Único”, “Chuva Dissolvente”, “Quem É Quem”, “Mundo ao Contrário”, “Contentores”, “Dia de S. Receber”, “Perfeito Vazio”, “Contentores”, e para rematar este concerto tão especial, o mítico “Minha Casinha”, que como já vem sendo hábito contou com coro do público.

Uma hora que vai para sempre ficar na memória de quem esteve em cima do palco, mas também de quem esteve a assistir a este concerto especial, em ano de 32º aniversário de Xutos & Pontapés e que marca o regresso do seu fundador aos palcos.

 

 

 

 

 

Deixar uma resposta