XII edição da FIAR invade ruas de Palmela no fim-de-semana

 A XII edição do FIAR – Festival Internacional de Artes de Rua está a chegar e as ruas e monumentos do Centro Histórico de Palmela, assim como também as suas gentes e a sua identidade, são, a um mesmo tempo, palco e fonte de inspiração para as intervenções artísticas e os vários espetáculos que integram o programa. O fim-de-semana de 13 a 15 de julho é assim recheado de estreias, criações em residência e muitas propostas em diversas áreas da expressão artística, sempre com a rua e o contato próximo com o público como grande bandeira.

Com organização da Associação Cultural, em parceria com a Câmara Municipal de Palmela, o programa vai incluir diversas estreias. Logo no dia 13, às 22h00, o Parque Venâncio Ribeiro da Costa, na esplanada do castelo, recebe um espectáculo de teatro e música (de entrada livre) intitulado “Repartição”. O espetáculo, que abre também o programa, é apresentado pelo grupo de teatro amador MQOQ?, a partir de um texto de Miguel Castro Caldas, com encenação e dramaturgia de Teresa Sobral.

Já durante o fim-de-semana vai estrear, a partir das 18h00 de sábado (com repetição do domingo) o atelier de teatro “Uma Estória sem Luz Eléctrica”, uma coprodução Culturproject e FIAR, com direção artística de Sara Gonçalves e interpretação de Cláudia Semedo e Tomás Alves. Dedicado ao público infantil, retrata – através de um menino que quer escrever uma história para ganhar uma bicicleta num concurso da rádio – uma Angola a renascer, recheada de poemas e estórias. O atelier terá lugar nos dias 14 e 15, às 18h00, na Adega Estúdio FIAR e a entrada custa dois euros.

Já a partir das 19h00 (de sábado e domingo) estreia o circo de palhaços “Quero Abraçar o Céu”, um espetáculo com direção artística de Ana Piu e Rita Judas, direção de aéreos de Sofia Figueiredo e coordenação artística de Dolores de Matos. A formação tem sido um eixo estratégico do FIAR e as crianças e jovens que participaram nas Oficinas de Aéreos, no Workshop de Iniciação ao Jogo Clownesco e na Oficina de Dança, apresentam-se aqui, em estreia, num espetáculo doce e surpreendente, de entrada livre, que terá lugar no miradouro.

Passado meia-hora os palhaços estão de volta, mas desta vez num espectáculo de dança intitulado “Balançando”, que é uma criação em residência, que resulta da primeira fase de um projeto desenvolvido com a comunidade e com o Grupo Coral 1º de Maio, de Bairro Alentejano. Produzido pelo FIAR, sob direção artística de Alberto Carvalhal e Graça Ochoa, “Balançando” parte do movimento do grupo ao sabor do cante alentejano para uma caminhada pelas paisagens do Alentejo e, ao mesmo tempo, pelas emoções humanas. O espectáculo (de entrada livre) acontece no Largo da Boa Vista.

Já ao final do dia, às 20h00, será a vez do recinto junto ao Lavadouro receber a performance de dança “Ninguém Sabia Contar Aquela História”. O projeto constrói-se a partir do encontro de várias mulheres – com a participação de utentes do Centro de Dia da Associação de Idosos de Palmela – e da reflexão acerca do corpo e da memória que, nele, habita. Com direção e conceção de Sara Anjo, a criação fica a cargo de Catarina Câmara, Margarida Mestre, Sara Anjo e Sophie Leso. O espectáculo é de entrada livre

Artes e cultura em debate

Ainda antes da abertura oficial do FIAR, a organização propõe um encontro/debate no Cineteatro S. João, em Palmela, com entrada livre, subordinado ao tema “Criar num lugar. Com esse lugar. Para esse lugar”. Trata-se de uma reflexão sobre as artes e a cultura em Portugal, com enfoque na criação para espaço público, onde serão abordados temas como “Políticas Públicas Locais”, “Nova Dramaturgia”, “Artes de Rua”, “Cinema”, “Cenografia no Espaço Público” e “Artistas Fora de Portugal”. Este encontro vai contar com as intervenções de Alberto Pereira (Chefe da Divisão de Ação Cultural, Câmara Municipal de Palmela), António Loja Neves (Realizador de Cinema, Jornalista), Catarina Martins (Atriz, Deputada), Catarina Vieira (Atriz), Cláudia Lucas Chéu (Atriz, Encenadora, Dramaturga), Joaquim Paulo Nogueira (Dramaturgo), Jorge Palinhos (Dramaturgo), João Brites (Diretor do Teatro “O Bando”), Miguel Castro Caldas (Dramaturgo), Miguel Tiago (Deputado), Nuno Pino Custódio (Ator, Encenador), Ricardo Seiça Salgado (Encenador, Ator, Antropólogo) e Rui Mattoso (Gestor Cultural). A abertura será da responsabilidade de Dolores de Matos, Diretora do FIAR, e Ana Teresa Vicente, Presidente da Câmara Municipal de Palmela. O debate (de entrada livre), que será moderado por Tiago Lemos Peixoto, terá lugar no dia 13 de Julho, entre as 11h00 e as 20h00.

 

PROGRAMA

10, 11 e 12 julho

Antes do FIAR

Estágio de Formação de Atores dirigido por Nuno Pino Custódio

13, 14 e 15 julho

18h00 às 02h00 | Largo de S. João

Espaço de Convívio FIAR

13, 14 e 15 julho

Montra CAR – Centro de Artes de Rua | Rua Jaime Afreixo, 71

Marta Rego

13, 14 e 15 julho

Largo de S. João

Passagem – Instalação

PIA – Projetos de Intervenção Artística

 

Programação:

13 julho

11h00 às 20h00 | Cineteatro S. João, Palmela

Encontro/Debate “Criar num lugar. Com esse lugar. Para esse lugar”

Entrada livre

20h30 | Casa Mãe Rota de Vinhos, Largo de S. João

Abertura Oficial

21h00 | Galeria da Biblioteca de Palmela

Inauguração da Exposição de Fotografia “Histórias Fora de Palco”

De Paulo Pimenta com os atores do grupo Crinabel Teatro

Patente até 15 de Julho | Entrada livre

22h00 | Parque Venâncio Ribeiro da Costa (Esplanada do Castelo)

Repartição (estreia)

Teatro/Música | Entrada livre

Grupo de teatro MQOQ? – De Miguel Castro Caldas; Encenação e Dramaturgia de Teresa Sobral

23h30 | Largo de S. João – Espaço de Convívio

JUR (França/Catalunha)

Concerto | Entrada livre

Dia 14

17h00 | CAR, Centro de Artes de Rua – Rua Jaime Afreixo, 71

O Paraíso

Atelier infantil | Entrada livre

Marta Rego

18h00 | Adega Estúdio FIAR – Rua General Amílcar Mota

Uma Estória sem Luz Eléctrica (estreia)

Teatro/Atelier | Entrada 2,00 €

Direção de Sara Gonçalves

19h00 | Rua da Portela, Miradouro

Quero Abraçar o Céu (estreia)

Circo/Clown | Entrada livre

Direção Artística de Ana Piu e Rita Judas, Direção de Aéreos de Sofia Figueiredo

19h30 | Largo da Boa Vista

Balançando (estreia)

Dança/Clown | Entrada livre

Direção Artística de Alberto Carvalhal e Graça Ochoa – Criação em residência com o Grupo Coral e comunidade do Bairro Alentejano

20h00 | Junto ao Lavadouro Municipal

Ninguém Sabia Contar Aquela História (estreia)

Dança/Performance | Entrada livre

Direção e conceção de Sara Anjo

20h30 | Largo de S. João

Passagem

Performance | Entrada livre

PIA – Projetos de Intervenção Artística

21h00 | Salão dos Bombeiros Voluntários de Palmela

Bela Dona

Teatro/Drama | Entrada 2,00 €

Autoria de Pedro Eiras; Encenação e Dramaturgia de Renata Portas

22h00 | Adega – Rua Vasco da Gama

A Saboaria

Circo Contemporâneo | Entrada 2,00 €

FIAR, Centro de Artes de Rua de Palmela

23h00 | Cineteatro S. João

AÏE

Circo Contemporâneo | Entrada 2,00 €

CRIDA COMPANY (França/ Catalunha)

00h00 | Largo do Passo da Formiga

A Rulote

Teatro | Entrada livre

Direção de Nuno Nunes

01h00 | Largo de S. João – Espaço de Convívio

João Vitor Trio

Concerto | Entrada Livre

Dia 15

17h00 | CAR, Centro de Artes de Rua – Rua Jaime Afreixo

O Paraíso

Atelier infantil | Entrada livre

Marta Rego

18h00 | Adega Estúdio FIAR – Rua General Amílcar Mota

Uma E0.stória sem Luz Elétrica (estreia)

Teatro/Atelier | Entrada 2,00 €

Direção de Sara Gonçalves

19h00 | Rua da Portela, Miradouro

Quero Abraçar o Céu (estreia)

Circo/Clown | Entrada livre

Direção Artística de Ana Piu e Rita Judas, Direção de Aéreos de Sofia Figueiredo

19h30 | Largo da Boa Vista

Balançando (estreia)

Clown/Cante Alentejano | Entrada livre

Direção Artística de Alberto Carvalhal e Graça Ochoa – Criação em residência com o Grupo Coral e comunidade do Bairro Alentejano

20h00 | Junto ao Lavadouro Municipal

Ninguém Sabia Contar Aquela História (estreia)

Dança/Performance | Entrada livre

Direção e conceção de Sara Anjo

21h00 | Salão da Sociedade Filarmónica Humanitária de Palmela

A Menina dos Meus Olhos

Dança/Música/Teatro | Entrada 2,00 €

Teatro Comunitário “As Avózinhas” – Direção Artística e Dramaturgia de Dolores de Matos e Ines Boza

22h00 | Cineteatro S. João

Fora de Jogo

Teatro/Performance | Entrada 2,00 €

De Catarina Vieira e Solange Freitas

23h30 | Largo de S. João

NUSQUAM – espetáculo de encerramento

Teatro físico | Entrada livre

Teatro do Mar

01h00 | Largo de S. João – Espaço de Convívio

Celina da Piedade

DJs Papa e Magau

Animação musical | Entrada livre

 

Nota: O cartaz FIAR integra espetáculos pagos e de entrada livre. Bilheteiras para os espetáculos pagos no local, trinta minutos antes do início.

Texto de Cristina Alves

Deixar uma resposta