World Press Photo está de volta ao Museu da Electricidade

A Sala de exposições do Museu da Electricidade recebe, a partir de amanhã, mais uma edição da World Press Photo, que vai estar patente até 23 de Maio. Esta é a 53ª. edição deste incontornável certame que todos os anos premeia as melhores imagens de reportagem e a quarta vez que está patente no Museu, em Belém.

A iniciativa desta exposição itinerante é da Fundação World Press Photo, organização independente fundada em Amesterdão, Holanda, no ano de 1955. A preocupação principal da fundação é promover o fotojornalismo através das suas actividades no mundo inteiro: organização de seminários, workshops e projectos educacionais. A fundação pretende encorajar e, ao mesmo tempo, transferir conhecimento sobre o fotojornalismo.

A fotografia que encabeça a edição de 2010 (referente a 2009) deste concurso foi tirada em Teerão a 24 de Junho, na noite seguinte às contestadas eleições presidenciais no Irão, em que as pessoas expressaram o seu desagrado a partir de terraços e varandas, depois de um dia de protestos nas ruas. A fotografia que o júri da 53ª edição do World Press Photo escolheu como vencedora mostra uma mulher a gritar em protesto a partir de um terraço, um instante captado pela objectiva do fotógrafo italiano Pietro Masturzo.

Para além desta foto, outras compõem esta exposição, muitas delas com imagens duras que ilustram a complicada situação no Afeganistão, onde os ataques bombistas são uma realidade ou os ataques israelitas sobre Gaza. Mas há outras mais agradáveis, de categorias como Natureza, Desporto ou Artes e Entretenimento.

A World Press Photo 2010 pode ser visitada das 10h00 às 18h00, de domingo a sexta-feira, e até às 20 h00 aos sábados. A entrada é gratuita.

Por Cristina Alves
Foto World Press Photo

Deixar uma resposta