Vontade de Ter Vontade sobe ao palco da Culturgest em Lisboa

Por Sara Santos (fotos) e Vânia Marecos (texto)

 

Vontade de ter Vontade é um trabalho artístico de Cláudia Dias, que a par da interpretação assegura simultaneamente a direção artística e a coreografia, partilhado o texto com Cátia Leitão, a partir dos livros Um tratado sobre os nossos Actuais descontentamentos, de Tony Judt e Portugal – ensaio contra a autoflagelação, de Boaventura de Sousa Santos, e que sobe à cena no Auditório da Culturgest em Lisboa.

Caminhando sobre plataformas incertas, que marcam o espaço físico, a artista percorre diversos países, num texto que reflete a atualidade politica e económica e social do mundo de hoje.

O passar do tempo é marcado pelo ritmo da narrativa e é exaltado pelos períodos em que se mantém imóvel revelando a prisão a que muitos estamos sujeitos em diversos momentos das nossas vidas.

Presos a um lugar vimos passar a vida à nossa frente enquanto lutamos, com a angústia, até que finalmente nos libertamos das amarras, e por momentos nos sentimos livres, mas essa emancipação é temporária e continuamos à procura do caminho e do rumo a seguir.

Resumidos à simplicidade da existência humana, quase que desaparecemos, para depois voltarmos a nascer e começar de novo a viagem.

O espetáculo estará em cena dias 20 e 21 de Janeiro, às 21h30, no Palco do Grande Auditório da Culturgest. Na sexta-feira haverá lugar a uma conversa com os artistas no final do espetáculo. Os bilhetes variam entre os 5 euros e os 12 euros e podem ser adquiridos nos locais habituais.

 

Deixar uma resposta