Vodafone Mexefest com cartaz fechado com dois novos espaços: Ministerium Clube e Starbucks

O Vodafone Mexefest aposta num cartaz  forte, mas o seu grande destaque é o reforço da aposta em novos espaços. Depois do alargamento da área de influência do festival ao Sul da Avenida da Liberdade, com a Rua das Portas de Santo Antão e os Restauradores, o festival volta a expandir-se, rumo ao coração de Lisboa.

Este ano, o evento estende-se até ao Terreiro do Paço, com a inclusão do Ministerium Clube, que tem inauguração agendada para Novembro, na lista de salas com programação própria: Move D, André Cascais e Inês Duarte tomarão conta da cabine e prometem fechar a festa em grande.

Já no Starbucks, a música toma conta da hora do lanche e abraça os fins de tarde, convidando a começar a usufruir do festival e da Avenida mais cedo, com a Roda de Choro de Lisboa e a The StoneWolf Band

O Cartaz completo é constituído pela Aldina Duarte & Júlio Resende, Alt-J, Anarchicks, André Cascais, Batida, Beautify Junkyards, Bigott, Brass Wires Orchestra, Cais Sodré Funk Connection, Christopher Owens, Cody ChesnuTT, Coro Africano da Igreja de São Luís dos Franceses, Django Django, Efterklang, Elisa Rodrigues, Escort, Gala Drop, Inês Duarte, James Iha, Light Asylum, Little Boots, M-PeX, Madrid, Manuel Fúria, Michael Kiwanuka, Moodymann, Move D, MS MR, Noite Enchufada (com Branko, DJ Marfox, Pocz & Pacheko e Voxels), Nice Weather For Ducks, Nicotine’s Orchestra, Noiserv, Os Quais, Peixe, Petite Noire, Pierre Aderne, Plaza, Roda de Choro de Lisboa, Robert DeLong, Samuel Úria, Shields, The 2 Bears, The Black Atlantic, The Discotexas Band, The Soaked Lamb, The StoneWolf Band, The Very Best, Trus’Me, Virgem Suta, Vitorino Voador.

Os bilhetes custam 40 euros e estão à venda nos locais habituais.

Texto de Clara Inácio

Deixar uma resposta