Vieira da Silva e Arpad Szenes na colecção Milleunnium BCP agora em exposição

108_mainA Fundação Arpad Szenes – Vieira da Silva apresenta até dia 2 de fevereiro a exposição Vieira da Silva e Arpad Szenes na ColecçãoMillennium BCP, com curadoria de Raquel Henriques da Silva, que reúne o núcleo completo da obra original de Vieira da Silva e de Arpad Szenes que integra a colecção do Millennium BCP, pela primeira vez mostrado em Portugal.

O espólio da coleção Millennium BCP tem vindo a ser estudado, conservado e aumentado no sentido de contribuir para a divulgação e afirmação da arte portuguesa.

A colecção de pintura inclui um conjunto notável de obras de Maria Helena Vieira da Silva, em torno de quem foi reunido um conjunto de obras de outros artistas, entre os quais Arpad Szenes, sob o tema da Abstracção. Nesta exposição podem ser vistos oito óleos de Arpad Szenes e quinze obras de Vieira de Silva. “Postas em confronto, manifestam a profunda diferença de poéticas entre estes dois pintores, unidos por amor eterno, absoluta partilha e pelo compromisso com a modernidade do seu tempo parisiense que o abstraccionismo pretendeu unificar.”

A exposição comporta igualmente duas tapeçarias intituladas Lisboa ao entardecer (1979) e Biblioteca (1981). realizadas sem a intervenção da autora, na Manufactura de Tapeçarias de Portalegre.

A exposição pode ser vista de quarta-feira a domingo, das 10h00 às 18h00. O bilhete de entrada custa 4 euros, exceto ao domingo, dia com entrada gratuita.

Texto de Susana Sena Lopes

Deixar uma resposta