Vamos Cear Com O Marquês De Pombal?

Reportagem de Elsa Furtado (Texto e Fotos) e Francisco Padrão Mota

No dia 13 de maio assinalaram-se 319 anos do nascimento de Sebastião José de Carvalho e Melo, também conhecido por Marquês de Pombal e Conde Oeiras, para celebrar a data a Fundação Marquês de Pombal em Oeiras convida para uma Ceia Com O Marquês.

Durante esta ceia especial vamos poder viajar até ao século XVIII e à época do Marquês e assistir, mais concretamente ao período entre 1777 e 1782, assistir a alguns dos episódios que tiveram lugar nos seus últimos tempos de vida, isto tudo é claro, numa versão encenada pela Cenas & Quê, e acompanhada de um reconfortante repasto.

A Ceia do Marquês começa com a morte do rei D. José e a subida ao trono da sua filha D. Maria, seguem-se os momentos de repúdio e afastamento da esfera política do Marquês de Pombal, partida para Lisboa e instauração de um processo por abuso de poder e ganhos ilícitos. Pelo meio são relembrados os feitos do Marquês e acções do Marquês, como a expulsão dos Jesuítas, o processo e perseguição aos Távoras, as reformas da educação, a reconstrução de Lisboa após o terramoto, entre outras medidas e obras que o tornaram intemporal e lembrado ainda nos dias de hoje.

A peça, conta com texto da autoria de Carlos Paiva, que também integra o leque de atores que dão vida e obra às personagens históricas aqui recriadas e dirige os atores, como Carolina Dominguez, José Coelho, Paula Manso e Tâmara Paiva – um Marquês em declínio e já debilitado, mas com um caráter difícil de vergar. A produção é da Cenas e Quê… com a colaboração da Don’Adelaide Produções.

Ao contrário do habitual numa peça de teatro, aqui, os espetadores estão sentados ao longo de quatro mesas: Conde, Visconde, Marquês, e Duque de 10 lugares cada, e durante quase duas horas podem saborear uma ceia composta por entradas – Bôla de alheira de Mondim de Basto, Paté do Conde, Bacalhau à Marquês (ou prato vegetariano), e sobremesas (Mousse de Lima e o Pudim Pombalino), acompanhados de uma limonada, água ou vinho, rematando com um café, da responsabilidade da Chefe Fátima Morais.

A Ceia do Marquês tem lugar todas as quintas feiras, às 20h30, no Salão Nobre do Palácio dos Aciprestes em Linda-a-Velha, até 8 de junho. Os bilhetes custam 35 euros e exigem reserva obrigatória através do e-mail cenaseque@gmail.com. E está aberta a maiores de 12 anos.

Próximos espetáculos: dias 24, 31 de maio e 8 de junho às 20h30.

Deixar uma resposta