Universidade Lusófona de Lisboa dedica dia à cultura africana e afro-brasileira

povo_santo

A Universidade Lusófona em Lisboa vai apresentar um programa dedicado à cultura africana e afro-brasileira durante todo o dia de sábado, 9 de fevereiro.

O evento inicia-se às 10h30 com a inauguração da exposição fotográfica Povo – de – Santo, dedicada ao culto dos Orixás em Portugal. Às 12h00 inaugura a exposição Africanos em Portugal: História e Memória – Séculos XV a XXI, com uma palestra proferida pela Professora Isabel de Castro Henriques. Às 14h30, o destaque é dado ao colóquio O que é religião em África? Identidade, Pertença e Prática Ritual. Haverá ainda tempo para uma mostra de Capoeira com o grupo Vidarte, a acontecer por volta das 11h00.

orixas
Representação dos Orixás em Salvador da Bahía – Museu da Cidade e Dique do Tororó

De destacar a apresentação da edição revista e ampliada do livro Candomblé em Português, História, Organização, Teologia, de João Ferreira Dias, que apresenta o essencial para a compreensão da crença afro-brasileira em português de Portugal.

Este evento é de entrada livre e vai permitir aos seus visitantes conhecer mais sobre África, sua cultura e tradições e a sua presença em Portugal.

Texto de Joana Resende
Foto dos Orixás (Salvador da Bahía) de Elsa Furtado

2 Comentários

  1. Bom dia!
    Temos um pequeno grupo de dança afro brasileira, onde fazemos a representação dos orixás, visto que costumas fazer exposições e festa com o intuito de dar a conhecer um pouco mais sobre esta cultura tão mística, gostaria de nos colocar a vossa disposição para uma eventual demonstração fo nosso trabalho, e quem sabe podermos assim participar em uma próxima festa.
    Obrigada.
    Kelen Silva.
    Médium espiritual do Templo Sagrado de Umbanda
    Dirigente Espiritual: Pai Pedro de Ogum.

Deixar uma resposta