Uma viagem ao universo nostálgico e bizarro de Tiger Lillies Freak Show no Casino de Lisboa

Reportagem de Vânia Marecos (Texto e Fotos)

O Tiger Lillies Freak Show, estreou no passado dia 5 de julho no Auditório dos Oceanos do Casino de Lisboa e promete surpreender quem por lá passar até dia 15 de julho.

Um concerto com coreografias singulares ou uma peça de teatro onde a banda está em palco, é difícil de catalogar este espetáculo, que nos leva para o ambiente das feiras de aberrações tão populares na América do Sec. XIX, lembrando o género Vaudeville.

A voz de falsete de Martyn Jacques brilhantemente adornada pelos sons do acordeão, do baixo, da bateria e do piano, guia-nos por entre um mundo nebuloso, coberto de simbolismo, e em torno do qual vivem as criaturas bizarras: anões, gémeos siameses ou uma mulher de três corações, são apenas alguns exemplos.

Durante a atuação a nossa mente entra num jogo em torno dos limites da normalidade e somos empurrados para além da imaginação. A musicalidade reporta-nos para um ambiente de cabaré misturando o jazz com o burlesco. Com letras onde é notório algum sarcasmo e humor, elas retratam ainda a nostalgia sentida por todos os que são julgados só por não se enquadrarem nos padrões normais da sociedade.

Sob a direção artística de Sebastiano Toma, Tiger Lillies Freak Show, estará em cena até ao dia 15 de julho, com espetáculos de terça a sábado, às 21h30. O preço dos bilhetes variam entre os 25 e os 30 euros e estão à venda nos locais habituais.

Deixar uma resposta