Um livro para não deixar de ler: O Anjo que Queria Pecar de Francisco Salgueiro

Depois do seu bestseller O Fim da Inocência, Francisco Salgueiro publica agora O Anjo que Queria Pecar, uma história que explora o encontro entre Fernando Pessoa e Aleister Crowley em setembro de 1930.

 O “Mistério da Boca do Inferno” assombrou gerações durante décadas. O inexplicável desaparecimento do célebre mestre do oculto e da magia negra, com a conivência do escritor Fernando Pessoa, colocou Portugal e a Europa em sobressalto nos anos 30.

Mas, factos só agora revelados demonstram que a conspiração se prolongou muito para lá do seu tempo, chegando aos dias de hoje e envolvendo uma perversa teia de sexo e manipulação orquestrada por uma criatura demoníaca, da qual foi vítima o Anjo que Queria Pecar.

Depois de alguns romances, Francisco Salgueiro aventurou-se no universo e mito pessoano, abordando de forma  jornalística os eventos que ocorreram em Portugal nos anos 30, com a vinda do mago negro Aleister Crowley e da sua relação com Fernando Pessoa, e os eventos que se sucederam. De forma cativante e de leitura fácil, o autor envolve-nos e confunde-nos num universo onde a realidade e a ficção se misturam. No fim fica no ar a dúvida: “O que é realidade o que é verdade”.

Um livro essencial para os fãs do tema, da época, de Pessoa e não só.

O Anjo que Queria Pecar, de Francisco Salgueiro, Esfera dos Livros, com 240 páginas, à venda por 14,90 euros.

Por Elsa Furtado e Isabel Baptista

Deixar uma resposta