Um Cacilheiro em Veneza

Reportagem deTânia Fernandes e António Silva – o C&H na Bienal de Veneza 2013

trafaria_praia03Joana Vasconcelos, a artista plástica portuguesa, assina a presença nacional na Bienal de Veneza de 2013, com o cacilheiro Trafaria Praia. Ancorado junto ao Giardini, onde se concentram grande parte dos pavilhões desta 55ª edição da Exposição Internacional de Arte, a peça portuguesa destaca-se pela sua versatilidade em simultâneo com a representatividade da alma lusitana.

O barco, característico das travessias do Tejo entre Lisboa e a margem sul, foi transformado, pela artista que nele deixou o toque que caracteriza as suas obras. O interior encontra-se forrado a cortiça, incluindo peças de mobiliário e iluminação. No piso inferior, o visitante submerge num ambiente que em tudo se assemelha ao fundo do mar, desenvolvido a partir de peças de artesanato têxtil nacional em tons de azul e branco, combinado com luzes. A mistura de crochet com patchwork e rendas que conhecemos de outros trabalhos, como “Valiquirias“ ou “Contaminação” sofre aqui um upgrade pela combinação com LEDs, que ao aumentar e diminuir a luminosidade, abrem e fecham perspetivas no espaço.

O exterior do barco encontra-se forrado a azulejos, com uma vista de Lisboa, inspirado no painel setecentista que reproduz a cidade antes do terramoto de 1755.

 

Apesar de profundamente transformado, Joana Vasconcelos não retirou funcionalidade ao seu objeto artístico. Assim, é também possível fazer uma pequena viagem com a duração de 30 minutos pela lagoa de Veneza, passando em frente à Praça de S.Marcos. A bordo, ouve-se fado, em forte contraste com a paisagem veneziana.

Uma pequena loja, no interior do cacilheiro, vende produtos tradicionais portugueses, desde conservas, a galos de Barcelos, imagens de Sto António, passando pelos coloridos lápis da Viarco.

Trafaria Praia é uma obra de Joana Vasconcelos e a exposição na Bienal tem curadoria de Miguel Amado. O pavilhão flutuante está ancorado junto ao Giardini, uma das entradas na Bienal de Veneza. Pode ser visitado, até ao dia 24 de novembro de 2013, de terça-feira a domingo, das 10h00 às 18h00. As viagens, com a duração de 30 minutos, podem ser feitas de terça a sexta-feira às 12h00 e às 17h00 ou sábados e domingos, às 12h00, 15h00 ou 17h00. A entrada é gratuita.

Deixar uma resposta