Traçando o Brasil – Três Séculos de Desenho de Humor em exposição no Centro Cultural Olga Cadaval em Sintra

bordalo_Album das GloriasNo âmbito do Ano do Brasil em Portugal, o Centro Cultural Olga Cadaval em Sintra vai inaugurar já amanhã a exposição Traçando o Brasil – Três Séculos de Desenho de Humor, apresentando cerca de duzentos trabalhos de quarenta e quatro cartoonistas, que retratam a variedade e a criatividade do cartoon brasileiro ao longo dos séculos XIX, XX e XXI.

Nesta exposição, que já esteve patente no Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro, destaca-se os cartoonistas Araújo Porto Alegre, Agostini e também Bordalo Pinheiro, que passou algumas temporadas no Brasil, no século XIX; no século XX, de referir o homenageado Millôr, J. Carlos, Jaguar, Chico Caruso, Angeli e Cássio Loredano; e atualmente Dálcio, João Montanaro ou Cau Gomez, entre muitos outros.

Montanaro_Despedida

Angeli_Congresso NacionalNo mesmo contexto, ou seja, programada pelo Ano do Brasil em Portugal, está também patente ao público na Fundação Mário Soares em Lisboa, uma exposição de homenagem ao cartoonista Millôr Fernandes, sendo composta por mais de trinta trabalhos deste artista. A título de curiosidade, terá sido o próprio Millôr antes de morrer que fez a seleção destes trabalhos como sendo os seus melhores.

A exposição Millôr pode ser apreciada até ao dia 30 de maio, de terça a quinta-feira das 10h00 às 18h00. A exposição Traçando o Brasil – Três Séculos de Desenho de Humor pode ser visitada até ao dia 30 de junho, de terça a domingo, das 10h00 às 17h00. A entrada nas duas exposições é gratuita.

Texto de Joana Resende

Deixar uma resposta