Tivoli transforma-se por uma noite num “Lago de Cisnes”

No ano passado a Companhia Moscow Tchaikovsky Ballet foi ao Teatro Tivoli a fim de apresentar mais uma vez uma das obras-primas de Piotr Tchaikovsky, O Lago dos Cisnes. Este ano a história repete-se e o espectáculo está de regresso, desta vez pelo Ballet Estatal Russo de Moscovo, que se apresenta no dia 28 de Julho no Tivoli.

 

“Em palco, os Trompetes anunciam a chegada dos convidados, que são saudados de forma cortês pelo príncipe Sigfrido, iniciando a festa e os bailes. Em plena diversão, aparece a rainha com as suas quatro damas de honra e Sigfrido aproxima-se da sua mãe, que logo o repreende pela sua vida despreocupada, recordando-lhe que deverá escolher uma esposa entre as jovens que participarão no baile da corte na próxima noite.

Sobre a margem de um grande lago calmo e iluminado pela lua, surgem da água belíssimas donzelas cisne.

Apenas Sigfrido se esconde entre os matagais e, no clarão do bosque, surge a mais formosa e mágica das criaturas que alguma vez tinha visto: a sua cara está emoldurada por brancas plumas de cisne, do seu níveo vestido penduram-se delicadas plumas e a sua cabeça aparece coroada por uma tiara de brilhantes. Ao perceber a presença de Sigfrido, a jovem estremece, agita desesperadamente os braços e começa a fugir, voando e caindo depois desmaiada no chão. O príncipe, perdidamente apaixonado pela mulher cisne, pede-lhe que não se vá embora e ela suplica-lhe que não dispare”.

 

No dia 28 de Julho, o Teatro Tivoli vai assistir, a partir das 21h30, à nova versão coreográfica de Marius Petipa e Lev Ivanov, estreada no Teatro Maryinsky de São Petersburgo em 8 de Fevereiro de 1885, com Pierina Legnani no papel duplo de Odette- Odille.

Dirigido a maiores de quatro anos, os bilhetes para o bailado custam entre 30 e 42 euros.

 

 

Texto de Cristina Alves

 

Deixar uma resposta