Titanic relembrado em exposição no Rossio, em Lisboa

titanicl_camaroteUm “Boarding Pass” para o R.M.S. Titanic, da White Star Line’S dá acesso à exposição “TITANIC – The Artifact Exhibition, que abriu ao público no dia 9 de Maio, no Espaço Rossio, no edifício da Estação da CP, em Lisboa.

A réplica de um bilhete original é o primeiro contacto dos visitantes, com a mostra que chegou à capital portuguesa em Maio, com 230 peças recuperadas do navio afundado há 97 anos, e que apresenta também recriações de ambientes do legendário navio, como um camarote de primeira classe, um camarote de terceira, ou a sala de fumo de 1ª classe.

A sala de máquinas, a ponte de comando, os projectos de construção do navio, um iceberg artificial, entre outros ambientes, completam a mostra que pretende não só mostrar como era o navio, mas também dar uma ideia da época, das condições de vida e trabalho a bordo, e também da identidade dos passageiros, num total de 2.228 pessoas, sendo 885 delas tripulantes.

Ao longo do percurso, acompanhado por diferentes estilos de música, o visitante pode observar frascos de perfumes pertencentes ao perfumista Adolf Saafeld, que viajava para Nova Iorque para vender as suas amostras que ainda conservam o odor, peças de porcelana gravada com o logo da companhia de navegação mais avançada da época, a White Star Line.

E ainda serviços de pratos completos, uma garrafa de champanhe que nunca foi aberta, notas, moedas, instrumentos de navegação, quadros e mesmo à saída da exposição, o famoso sino do Titanic, um dos mais emblemáticos objectos recuperados até hoje, entre muitos outros.

Titanic1

Além do luxo, a memória e a grandeza da tragédia estão também presentes na mostra, um painel memorial com os nomes de todos os passageiros, inclusive alguns portugueses que iam à procura de uma vida melhor no Mundo Novo.

No final, uma sensação de tristeza e pena invade quem por ali passa, foram 1.500 pessoas que perderam a vida, a 10 de Abril de 1912, no Oceano Norte, num acidente entre uma força da natureza e uma das maiores obras de navegação realizadas pelo homem até à época, considerada como indestrutível.

Titanic2

“TITANIC – The Artifact Exhibition” é um memorial a quem perdeu a vida, lembrança de uma outra época, mas também um elogio à capacidade e força de vontade do ser humano, que graças à persistência já recuperou mais de 5500 peças do fundo do mar e perpetua a lembrança do TITANIC e dos seus passageiros.

A mostra que se apresenta actualmente em Lisboa é da responsabilidade da empresa Desejo Sem Limites, e pode ser visitada todos os dias das 10h00 às 21h00, (as portas encerram às 22h30).

Os bilhetes custam desde 13 euros nos dias úteis, 15 euros ao fim-de-semana e feriados, com preços reduzidos para crianças, estudantes e maiores de 65 anos.

2 Comentários

Deixar uma resposta