The Pains of Being Pure at Heart deram show no LUX

The Pains oh Being Pure at Heart estiveram no nosso país pela segunda vez, depois da estreia em Paredes de Coura em 2009, num concerto com cariz mais intimista, desta vez no Lux, na passada noite de 16 de Novembro.

O início da noite ficou marcado pelo atraso do concerto (em mais de duas horas), devido ao atraso do voo em que a banda vinha, por causa do nevoeiro que se fazia sentir em Londres, mesmo assim, foi uma sala meia, mas com um considerável e animado número de fãs, que aguentou estoicamente a espera até cerca da 1h30 da manhã.

Os The Pains oh Being Pure at Heart  tocam indie pop e apenas têm na bagagem um EP e um álbum, no entanto o número de fãs da banda já é considerável. No concerto do Lux apresentaram o novo single “Say No to Love”, que soa tão bem como o nome da banda.

Embora jovens, a banda mostrou-se muito profissional neste concerto, mesmo cansados da viagem e dos transtornos do aeroporto, os músicos foram directamente do aeroporto para o palco, sem terem tempo para descansar e assim que chegaram ao Lux, começaram logo a “bombar”, com “This Love is Fucking Right”, agradecendo depois aos presentes por terem esperado por eles.

Pela noite fora seguiram-se “Doing All The Things That Wouldn’t Make Your Parents Proud”, “Girl of 1000 Dreams”, embora com a sala pouco preenchida, o público aderiu quase aos primeiros acordes, e foi fazendo a festa cada vez mais efusivamente.

O tema “Everything With You” marcou a entrada da teclista Peggy Wang, que foi recebida com um “Já tínhamos saudades tuas” da parte dos companheiros de banda, e uma ovação por parte do público presente.

Seguiram-se The Pains of Being Pure at Heart,  “The Heart is Your Heartbreak”, “Say no To Love”, This Love is Fucking Right, “Higher Than the Stars”, “Hey Paul”, entre outros temas, terminando a noite em festa e fazendo valer a pena a noite de quem por lá ficou, par aver e ouvir esta banda que já chegou ao top 10 da tabela Billboard para novas bandas, com o disco homónimo.

A primeira parte da noite ficou a cargo dos portugueses Lábios (antes conhecida como “The Profilers”), que conta com uma vocalista dona e senhora de uma grande voz e forte presença em palco, e cujo novo trabalho discográfico está a ser produzido por Miguel Ângelo.

Sempre em português, a banda apresentou os temas “Diva Não”,”Os Vampiros” – numa homenagem a Zeca Afonso, “Olho em ti”, o tema apontado para single da banda, que está agora a nascer para as rádios, entre outros, que pareceram agradar aos presentes.

Texto de Patrícia Vistas
Fotos de Francisco Lourenço

Deixar uma resposta