Teatro Tivoli BBVA tem novo projeto de restauro e apela ao mecenato

A produtora de espetáculos UAU, proprietária do espaço Teatro Tivoli BBVA desde dezembro de 2011 em parceria com o BBVA, realizou um estudo à estrutura do imóvel com o objetivo de o restaurar e recuperar segundo o desenho original que foi assinado pelo arquiteto Raul Lino, e partilhou-o recentemente com o público.

A produtora já realizou alguns projetos de restauro durante o verão em parceria com a Fundação Ricardo Espírito Santo Silva,  nomeadamente na plateia e na boca de cena; desenvolveu também modelos alternativos de financiamento que vão possibilitar a contribuição de quem queira participar, quer a nível particular, quer a nível empresarial.

Uma dessas opções é A Minha Cadeira, criado com base em modelos instituídos noutros países e que passa pela adoção de uma ou mais cadeiras à escolha em qualquer zona do teatro e por um período de cinco anos. Nas costas de cada cadeira será afixada uma placa com inscrição de um texto até noventa caracteres. No caso das cadeiras nas frisas e nos camarotes, a placa será afixada à entrada de cada espaço respetivo. A pessoa individual ou empresa que adote a cadeira assistirá à colocação da placa e terá também o seu registo fotográfico que posteriormente será divulgado nas plataformas comunicacionais do teatro.

Os benefícios a 5 anos são: Desconto de 15% na aquisição máxima de 4 bilhetes; Oferta de bilhetes; 6 bilhetes ano por cada cadeira nas zonas 1ª Plateia e Frisa; 5 bilhetes ano por cada cadeira na zona 2ª Plateia;  4 bilhetes ano por cada cadeira na zona 1º Balcão Central; 3 bilhetes ano por cada cadeira nas zonas 2º Balcão Central, 1º Balcão Lateral e Camarotes; 2 bilhetes ano por cada cadeira na zona 2º Balcão Lateral; Meet & Greet com os elencos dos espectáculos produzidos pela UAU, entre outros.

Os valores para a adesão a este programa são: Cadeira 1ª Plateia – 1.000 euros; Cadeira 2ª Plateia – 750 euros; Cadeira Frisa – 1.000 euros (frisa composta por 5 cadeiras. Valor total 5.000 euros); Cadeira Camarote – 250 euros (camarote composto por 5 cadeiras. Valor total 1.250 euros); Cadeira 1º Balcão Central – 500 euros; Cadeira 2º Balcão Central 250 euros; Cadeira 1º Balcão Lateral – 250 euros e Cadeira 2º Balcão Lateral – 200 euros.

Pretende-se que a data de finalização do restauro aconteça no dia 30 de novembro de 2014, altura em que o Teatro Tivoli celebra o nonagésimo aniversário da sua inauguração. Até esta data o teatro irá manter a sua programação.

O Tivoli tornou-se um símbolo da cidade e da avenida e em 1997 foi classificado como Imóvel de Interesse Público.

Texto de Joana Resende

Deixar uma resposta