Teatro Nacional D. Maria II e o Goethe-Institut homenageiam Curt Meyer-Clason

7-Diários portugueses ©Goethe-Institut (2)O Teatro Nacional D. Maria I e o Goethe-Institut Portugal, numa iniciativa conjunta, promovem amanhã uma homenagem ao escritor e tradutor Curt Meyer-Clason, assim como o lançamento do  livro Diários Portugueses.

Curt Meyer-Clason  (1910-2012)  foi diretor do Goethe-Institut em Lisboa entre 1969 e 1976 e ainda hoje é recordado como um “grande amigo de Portugal” e “um mediador cultural de uma amplitude invulgar”, segundo refere o Jornal de Letras em 2012

Alguns dos seus antigos amigos vão reunir-se para partilhar recordações e debater sobre o trabalho desenvolvido por este carismático homem, numa altura em que Portugal se encontrava em plena transição da ditadura para a democracia. Vão estar presentes Augusto M. Seabra, João Barrento, Maria Emília Correia, Rui Vieira Nery e Christiane Meyer-Clason como convidade de honra.  A moderação estará  a cargo de Joachim Bernauer.

Sob a chancela das Edições Documenta, o livro Diário Portugueses  faz-nos olhar para nós próprios. É nestes “diários” que o autor descreve os acontecimentos desde a queda de Salazar até à Revolução de Abril. A obra foi traduzida por João Barrento.

A homenagem ao autor e o lançamento de livro terão lugar  às 19h00,  no Salão Nobre do Teatro Nacional D. Maria II . A entrada é livre.

Texto de Carla Silvestre

Deixar uma resposta