Teatro Maria Matos apresenta Histórias do Bosque de Viena, de Ödön von Horváth

A Truta regressa ao Teatro Maria Matos para estrear a sua leitura do clássico Histórias do Bosque de Viena, de Ödön von Horváth. A direcção artística é de Tónan Quito e a interpretação de Anton Skrzypiciel, Cláudia Gaiolas, Joana Bárcia, Joaquim Horta, Paula Diogo, Paula Só, Pedro Lacerda, Raul Oliveira, Ruben Tiago e Tónan Quito.

Histórias do Bosque de Viena (1931) é uma das peças mais famosas do autor austro-húngaro Ödön von Horváth. Escrita na tradição do teatro popular de Viena, normalmente inofensivo, a peça subverte o género e formula uma crítica mordaz à comunidade burguesa intolerante, egoísta e mesquinha, num tempo de profunda crise económica e desemprego generalizado. Conta com a presença dos temas caros a Horváth: o amor, a morte e o dinheiro.

Com o som das valsas de Strauss como pano de fundo, o autor conta a história de Mariana, uma jovem rapariga ingénua, filha do dono da loja de brinquedos, que quebra o noivado com o talhante Óscar, depois de se ter apaixonado por Alfredo, um jogador e parasita sem vontade própria, que tem uma relação com Valéria, dona da tabacaria que fica na mesma rua.

Resulta de uma coprodução entre Truta (estrutura financiada pela Secretaria de Estado da Cultura/DGArtes), Maria Matos Teatro Municipal e Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura.

No Dia Mundial do Teatro, o Teatro Maria Matos e a companhia Truta recebem famílias e público em geral numa visita especial aos bastidores do Teatro. Às 17h30  para pais e filhos (dos 3 aos 5 anos)  e às 18h30 para o público geral (a partir dos 18 anos).

Histórias do Bosque de Viena, de 17 a 27 de março (excepto dia 21), de segunda a sábado às 21h30 e domingo, às 18h00. Os bilhetes têm um preço de 14 euros. No dia Mundial do Teatro (27 de Março) a entrada é livre, mediante marcação prévia até dia 25 março e com o máximo de 30 participantes.

Texto de Clara Inácio

Deixar uma resposta