Teatro da Cornucópia estreia Os Desastres do Amor a 1 de Novembro

Reportagem fotográfica de Sara Santos
 

Os Desastres do Amor ou Fortuna Palace –   uma adaptação e colagem de várias peças e diálogos da autoria de Pierre de Marivaux,  é a nova peça que o Teatro da Cornucópia estreia esta quinta-feira, dia 1 de novembro e que vai ficar em cena até dia 25.

 L’Amour et la Vérité (1720), Le chemin de la Fortune (1734), La Réunion des Amours (1731), Félicie (1757) e frases de Le Cabinet du Philosophe (1734)) são alguns dos títulos que inspiraram Luís Miguel Cintra, que encena o espetáculo, e que conta com as interpretações de José Manuel Mendes, Luís Lima Barreto, Luis Miguel Cintra, Nuno Nunes, Rita Blanco, Rita Durão, Sergio Adillo, Sofia Marques, Teresa Madruga e Vítor d’Andrade.

Felícia, uma viúva elegante e bem posta, madura e bem conservada, passa férias no Fortuna Palace, hotel de que é dona uma fada sua madrinha. Felícia quer ser feliz, honesta, e ao mesmo tempo encontrar o novo partido que resolva a sua situação económica. A madrinha, prepara-lhe uma lição dolorosa que lhe mostrará como é o mundo, coisa que ela parece desconhecer. Cruzar-se-á com o deus Amor e com várias personagens daquele micro-mundo de ricos e parasitas que brincam aos deuses do Olimpo. Chega a haver vítimas: a Modéstia e o pobre “escort” de luxo a quem chamam Apolo, deus das Artes, são assassinados. Felícia aprende a resignar-se à desilusão. O amor não tem lugar naquele Fortuna Palace. É uma comédia que pareceria dos nossos dias se eles tivessem tempo e espaço para pensar nestas coisas.

A peça estará em cena de 1 a 25 de novembro, no Teatro da Cornucópia, de terça a sábado às 21h00 e ao domingo às 16h00 e os bilhetes custam 15 euros por pessoa, com desconto de 50% para estudantes, menores de 25 e maiores de 65 anos e podem ser adquiridos localmente.

 

Deixar uma resposta