Teatro D. Maria apresenta A Flauta Mágica de Mozart em marionetas

Integrado na 11.ª edição do FIMFA – Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas o Teatro Nacional D. Maria II apresenta, nos dias 3 e 4 de Junho, pelas 21h30, na Sala Garrett, A Flauta Mágica, numa original versão da ópera de Mozart, com marionetas, contratenor e orquestra ao vivo.

O texto é baseado no libreto de Emanuel Schikaneder, com encenação e actores-manipuladores Tristan Vogt e Joachim Torbahn, o contratenor é Daniel Gloger, a orquestra ensemble Kontraste, as marionetas e cenografia de Joachim Torbahn, música de Wolfgang Amadeus Mozart, com arranjo musical de Marcus Maria Reißenberger, técnica Marionetas de Luva e Projecções, co-produção de Thalias Kompagnons, ensemble Kontraste & Tafelhallenurnberg. É cantado em alemão, legendado em português. É para maiores de 12 anos.

As marionetas são inspiradas nas pinturas e marionetas de Paul Klee. Esta produção tem a particularidade de a acção horizontal das marionetas de luva ser projectada, através de câmaras de vídeo, para um ecrã gigante localizado por cima do palco. A história do Príncipe Tamino, da sua amada Pamina, da quase louca Rainha da Noite e do sacerdote Sarastro vai sendo revelada em diferentes patamares.

Esta produção ganhou vários prémios e têm sido convidados a apresentarem-se na Alemanha, Áustria, Croácia, Dinamarca, França, Japão, Polónia e Suíça, entre outros países.

A Rainha da Noite confia uma missão ao jovem príncipe Tamino e a Papageno, o homem-passáro:libertar a princesa Pamina, raptada pelo poderoso sacerdote Sarastro. Em troca, a Rainha promete a Tamino a mão da sua filha. Tamino e Papageno recebem objectos mágicos para protecção dos perigos que vão enfrentar. Tamino recebe uma flauta mágica e Papageno um jogo de sinos. Após várias e difíceis provas, onde deve mostrar sabedoria, coragem ou força, o príncipe triunfa e encontra o seu amor. Quanto a Papageno, embora não passe na primeira prova, encontra a sua Papagena…

 

Texto de Clara Inácio
Foto gentilmente cedida pelo Gabinete de Comunicação do Teatro Nacional D. Maria II

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.