Teatro Armando Cortez Recebe Vanya E Sonia E Masha E Spike

Reportagem de Tânia Fernandes e António Silva

Helena Isabel, Heitor Lourenço, Mané Ribeiro, Marina Albuquerque, Mafalda Luís de Castro e João Mota são os atores que dão corpo a uma comédia em cena no Teatro Armando Cortez, até ao dia 26 de março. Vanya e Sonia e Masha e Spike é uma adaptação do texto de Christopher Durang, vencedor do Drama Desk Award e do Tony Award (os Óscares da Broadway) para a Melhor Peça.

A estória gira em torno de três irmãos solteiros, de meia idade. Dois vivem juntos (Vanya e Sonia), em desarmoniosa relação. Recebem a visita do terceiro elemento da família: a vistosa Masha, atriz de segunda categoria, que traz o seu jovem namorado, Spike. É Masha quem sustenta a casa de campo onde vivem os outros dois irmãos, e paira no ar a ameaça de que vai vendê-la. É Cassandra, empregada de e limpeza, quem põe os irmãos de sobreaviso, com os seus poderes sobrenaturais.

Trocas de argumentos, discussões, amores perdidos, temas e personagens que relembram os saídos das peças de Anton Chekhov, a conduzir a cenas hilariantes.

Vanya e Sonia e Masha e Spike tem adaptação e encenação de Paulo Sousa Costa. A peça é uma produção da Yellow Star Company e pode ser vista no Teatro Armando Cortez até ao dia 26 de março, de quinta-feira a sábado às 21h30 e domingo às 18h00. Os bilhetes encontram-se à venda no local e locais habituais com preços a partir de 15 euros.

Deixar uma resposta