Teatro Aberto apresenta “A Febre” até Sábado

A Febre é o nome da peça actualmente em cena na Sala Vermelha do Teatro Aberto, que apresenta João Reis, no primeiro monólogo da sua carreira, numa peça da companhia Teatro Oficina, com encenação de Marcos Barbosa e que vai estar em cena até ao próximo dia 20 de Setembro.

Foto A Febre_Teatro Oficina (3)_crédito Pedro Carvalho Foto A Febre_Teatro Oficina (2)_crédito Pedro Carvalho

Com texto de Wallace Shawn e tradução de Jacinto Lucas Pires, o actor interpreta “um homem da classe média nova iorquina que viaja para um país pobre e devastado pela guerra, onde permanece doente e sozinho num quarto deprimente de um hotel.

Está prestes a acontecer uma execução em baixo da sua janela. Longe do conforto e dos privilégios da sua própria vida, luta contra as suas memórias e a sua consciência, desafiadas pela miséria e pobreza que vê.

Enquanto relembra e agoniza ao constatar a sua responsabilidade sobre aquela opressão, chega à inevitável conclusão de que todos são culpados a menos que reajam. Avança definindo a sua própria culpa e questionando se tem ou não coragem para se juntar a essa luta. Horrorizado com a sua fraqueza, anseia pelo perdão e pela força para merecê-lo”.

O espectáculo está em cena de quarta-feira a sábado, às 21h30, e domingo às 16h00.
Os biletes custam 15 euros, havendo um desconto para jovens até aos 25 anos (7,5 euros) e os séniores a partir dos 65 anos pagam 12 euros.

Texto de: Cristina Alves
Fotos de: Pedro Carvalho cedidas pelo Teatro Maria Matos

Deixar uma resposta