Tapafuros apresentam “Solércia” na Regaleira

Solércia é o nome da peça que o grupo teatral Tapafuros leva à cena até dia 10 de Outubro, no místico cenário da Quinta da Regaleira, em Sintra. Baseada em textos do Mestre Gil Vicente, a peça assinala também o 20º aniversário do grupo de Mem Martins. De género trágico-cómico sem descuidar a crítica social os textos mantém um cariz bastante actual e pertinente, um que fazem desta peça, um deleite para os sentidos, na noite cultural sintrense.

Como já é habitual, o grupo convida-nos a um passeio à noite, pela Quinta mandada construir por Monteiro Milhões. A Capela é o espaço do “Velho da Horta” que nos leva ao relvado do Palácio com o “Breve Sumário da História de Deus”, o passeio teatral contínua com apontamentos que percorrem o Patamar dos Deuses pela estrada da Fonte da Abundância. Até ao “Auto da Barca do Inferno” no Patamar do Ténis, seguindo os caminhos da Gruta do Oriente, ao Poço Iniciático para finalmente vislumbrar o ex-libris do espaço, o Terraço dos Mundos Celestes com o “Auto da Lusitânia”.

A encenação está a cargo de Rui Mário e a interpretação de Rute Lizardo, Flávio Tomé, Paulo Cintrão, Ricardo Soares, Henrique Martins, Catarina Salgueiro e Regina Gaspar.

O espectáculo pode ser visto de quinta a sábado, pelas 22h00 e domingos às 21h00. As entradas são 16 euros.

Texto de Cristina Alves

Deixar uma resposta