Super Bock Super Rock já tem cabeças de cartaz

Depois de The Strokes e Portishead, chega Beirut, um nome que é um regresso ao festival Super Bock Super Rock, que decorrerá de 14 a 16 de Julho, no recinto arborizado da Herdade do Cabeço da Flauta, ao ar livre, próximo da praia do Meco.

Beirut regressará a Portugal a 14 de Julho, um ano depois de ter tocado no Sudoeste, em 2010, na Zambujeira do Mar. Zach Condon tem dois álbuns editados sob a capa de Beirut, ‘Gulag Orkestar’  (2006) e ‘The Flying Club Cup’ (2007), num registo que conjuga música dos Balcãs, klezmer, pop e música popular brasileira. O músico de ‘Nantes’ e ‘Postcards From Italy’ deverá editar ainda este ano um novo álbum de originais, ainda que não haja data de lançamento.

Para o 17º Super Bock Super Rock, além de Beirut foram já anunciadas as presenças dos Portishead – que vão animar o dia 15 de Julho com o seu trip-hop, uma sonoridade electrónica em downtempo marcada por downbeats e pelo uso de instrumentos convencionais e artísticos – e dos Strokes (16 de julho), que apresentarão o novo álbum, ‘Angles’.

Os nomes do cartaz vão distribuir-se por três palcos – Palco Super Bock para os nomes mais sonantes, Palco EDP para os projectos alternativos mais estimulantes e espaço da electrónica de referência @Meco – oferecendo uma vez mais um leque de escolhas alargado, onde cabem diferentes estilos, sempre com um denominador comum: a melhor música partilhada ao vivo.

Para esta edição, a produção promete um recinto melhorado e reforços significativos das suas infra-estruturas e conforto, desde a zona de concertos ao campismo, passando pelo espaço e iluminação do estacionamento, pelas alternativas de acesso e pelos transportes.

Em termos de preços, os bilhetes do Super Bock Super Rock variam entre os 45 euros (diário) e os 80 euros (três dias). Aqueles que adquirirem o passe para os três dias de festival poderão usufruir do campismo gratuito e do transporte para a praia do Meco.

Texto de Cristina Alves

Deixar uma resposta