Super Bock em Stock já tem cartaz fechado numa edição cheia de novidades

O Super Bock em Stock, festival lisboeta de inverno que ocupa diversas salas da zona da Avenida da Liberdade, já tem o cartaz completamente fechado. O evento vai decorrer nos dias 4 e 5 de Dezembro e do programa fazem parte nomes como Janelle Monáe, Sérgio Godinho, Jorge Palma, Owen Pallet ou a Arthouse Big Band.

O cartaz completo já é conhecido e inclui nomes como Wavves, Fujiya & Miyagi e Zola Jesus. Entre os nomes nacionais, destacam-se os Domingo No Quarto, Márcia (cujo novo disco, , sai em Dezembro), e um inédito encontro entre os B Fachada e Sérgio Godinho.

Na sexta-feira dia 3 de Dezembro actuam Junip (o novo colectivo de José González), B Fachada com Sérgio Godinho, Lars and the Hands of Light, The Shoes, Owen Pallett (que anteriormente se apresentava como Final Fantasy), Kele Okereke a solo (dos Bloc Party), Adam Kesher, Pinto Ferreira, Wavves, The Hundred in Hands, Hollywood, Mon Amour (banda com músicos dos Nouvelle Vague), Tiago Bettencourt & Mantha, Adriana, Spokes e Jorge Palma (que vai actuar na estação de metro da Avenida).

E no segundo e último dia tocam a Arthouse Big Band (banda que inclui elementos de várias bandas nacionais, como os Nu Soul Family, criada propositadamente para o evento), Zola Jesus, Marcos Valle, Domingo no Quarto, Janelle Monáe, Batida, Nuno Prata, Goose, Fujiya & Miyagi, Linda Martini, I Blame Coco, Vicente Palma, Jono McCleery, Lula Pena e Márcia.

Nesta terceira edição o número de salas aumentou, e traz como novidades concertos nos espaço BES Arte & Finança e Estação de Metro da Avenida, para além das duas salas do Cinema São Jorge, do Teatro Tivoli, do Cabaret Maxime, do Restaurante Terraço do Hotel Tivoli e do Parque de Estacionamento do Marquês de Pombal (baptizado propositadamente para a ocasião de Garagem Vodafone).

Para a deslocação entre os diferentes palcos do concerto, a organização providenciou a existência de vários shuttles e o prolongamento do horário do metropolitano na linha entre o Marquês e a Avenida numa parceria com o Metro de Lisboa.

Várias novidades que deixaram Luís Montez da Música no Coração e Joana Godinho muito satisfeitos e entusiasmados, segundo os dois confessaram ao C&H, durante a apresentação que decorreu na passada terça-feira, no espaço BES Arte & Finança

O bilhete para o festival é um passe de dois dias, que custa 40 euros e dá acesso a todos os concertos.


Texto de Cristina Alves e Elsa Furtado
Foto Jorge Palma de Francisco Lourenço
Fotos Sérgio Godinho e Linda Martini de Sara Santos

Deixar uma resposta