Sugestões de Natal: Livros para todos os gostos

Os livros são sempre uma prenda segura, a dificuldade está em oferecer um que a outra pessoa não tenha, para lhe dar uma ajuda o C&H deixa-lhe aqui uma lista variada de sugestões, para todos os gostos e feitios, do romance ao fantástico, passando pelos clássicos, a decisão final é sua.

Da Europa América, o clássico de Alexandre Dumas Os Três Mosqueteiros, numa reedição publicada a par de mais uma adaptação cinematográfica. Alexandre Dumas teceu as suas ficções sobre uma trama do século XVII, misturando personagens reais com personagens imaginárias, conseguindo imprtaliza-las, como o monarca absoluto Luís XIII, o temível cardeal Richelieu, Ana de Áustria e Buckingham, e as aventuras dos heróis, D’ Artagnan, Athos, Porthos, Aramis e da malévola Milady, à volta da qual a acção se desenrola com inegável poder dramático.

De David Nicholls, Um Dia é um romance hilariante, repleto de humor e amor, conta a história de Emma e Dexter. Conheceram-se na noite em que acabaram o curso, no dia seguinte cada um seguiu o seu rumo. O que sucederá dali a um ano? E no ano seguinte a esse? E em todos os anos que se seguirão? Vinte anos depois o reencontro? Conquistou o Most Popular Fiction Book of the Year dos Galaxy National Book Awards 2010 e foi adaptado ao cinema e já passou este verão nos nossos cinemas. Uma edição da Civilização.

Quando a Neve Começa a Derreter de  A.D. Miller é um drama psicológico fascinante durante um inverno em Moscovo. Um jovem inglês vê-se seduzido pelas oportunidades reveladas por uma nova Rússia: uma terra de hedonismo e desespero, corrupção e bondade, dachas mágicas e clubes noturnos debochados. Um lugar onde os segredos – e os cadáveres – são revelados apenas quando a neve profunda começa a derreter.Uma arrepiante história de amor e decadência moral, da corrupção, por uma sociedade corrupta, de um jovem corrompível. É tensa, viva e com um poder tão irresistível para o leitor como o perigo moral que inicialmente encanta, e depois ameaça esmagar, o seu narrador.  Finalista do Man Booker 2011 e do Gold Dagger 2011. Numa edição Civilização, por 15,99 euros.

Adrenalina de Jeff Abbot conta a história de Sam Capra. Sam tem a vida dos seus sonhos. É um americano em Londres, com um apartamento, emprego e mulher perfeitos. Espera a chegada do seu primeiro filho. Um dia Sam recebe um telefonema de Lucy , que lhe diz para abandonar o edifício imediatamente. Momentos depois, o edifício explode, matando todos os que estão lá dentro. Por 17,90 euros.

A Raiz do Ódio, de Anne Holt é um romance policial que levanta questões sobre a religião, os direitos humanos e a própria natureza humana. Anne Holt, ex-ministra da Justiça norueguesa, tem a coragem de ir além do convencional na escrita dos thrillers e estimula a história com questões policiais extremamente picantes, criticando a intolerância e revitalizando o género literário.

Oslo, numa fria tarde de dezembro. Uma criança descalça anda perdida pelas ruas. Está prestes a ser atropelada por um elétrico, quando, no último momento, é salva por um desconhecido que surge do nada. Pouco depois, sussurra à sua mãe, a criminalista Inger Johanne Vik, ainda mal refeita do susto: «A senhora estava morta…» A partir daí, Johanne e a sua família veem-se envolvidas na investigação de estranhos homicídios. Em Bergen, é assassinada a episcopisa local e o marido de Johanne, o detetive Yngvar Adam Stubø, é chamado a fazer parte da investigação. Em Oslo, sucede-se uma série de mortes de natureza diversa. Aparentemente, nenhum destes crimes tem ligação entre si, mas Johanne Vik acabará por descobrir que não é bem assim… Uma edição Contraponto, por 17,95 euros.

Do Círculo de Leitores, Música das Sombras, de Julie Garwood é um romance onde não falta nenhum ingrediente, acção, drama, desejo, intriga, amor, ódio e vingança. Gabriel  é uma princesa britânica enviada para um casamento de conveniência. Quando chega a St. Biel, na Escócia compreende o porquê da cobiça por aquelas terras. O casamento acaba por não se realizar, mas Gabrielle permanece como um trunfo politico, para aqueles que querem dominar St. Biel. Por 14,80 euros.

De Adrian Goldsworthy, Soldados de Honra retrata o Portugal de 1808, em plena época das invasões francesas. Os franceses devastam sem misericórdia a Europa, nomeadamente a Península Ibérica. O 106º Regimento de Infantaria do Exército Britânico vê a sua vida mudar radicalmente, abandonam a Inglaterra e dirigem-se para a Península Ibérica para ajudar a combater as tropas de Napoleão. Quem comanda o 106º Regimento é Sir Arthur Welleslet, futuro duque de Wellington, um ambicioso general por quebrar a invencibilidade de Napoleão. Hemish Williams procura provar o seu valor em acção, oportunidades não faltarão. Já o pacato Billy Pringle vê na guerra a oportunidade de abandonar os seus vícios, a bebida e as mulheres e ganhar um novo rumo. Para Hanley, um artista pobre averso à vida militar, mas por força das circunstâncias, vê-se obrigado a professar esta vida. Também o tenente Wickham vê o campo de batalha como o modo perfeito de subir na sociedade. Uma edição da Esfera dos Livros.

No Anexo, de Sharon Dogar conta a incrível história do rapaz que amou Anne Frank, da relação de amor que Anne Frank e Peter van Pels viveram durante o tempo passado no Anexo, entre 1942 e 1944.

Os factos do Holocausto não são uma coisa com que os escritores devam brincar, mas o que podemos fazer é recriar a história do que aconteceu entre as pessoas que estavam no Anexo – e o que sentiam umas pelas outras. O que diria Anne agora acerca de tudo, se pudesse? É quase certo que seria mais caridosa em relação à mãe e a Fritz Pfeffer. O que sentimos na adolescência pode ser forte e apaixonado, mas não é verdade única.E o que teriam os outros a dizer acerca do retrato que ela fez deles – sobretudo Peter? Isto é o que eu imaginei. Como seriam os factos do ponto de vista de Peter? Fiz os possíveis por não alterar o relato da vida deles no Anexo (dentro do que se consegue saber), nem do que aconteceu depois de o deixarem e entrarem no mundo dos campos de extermínio nazis.

Peter van Pels e a família estão escondidos com os Franks, e Peter vê tudo com um olhar diferente. Como será ser-se obrigado a viver com Anne Frank? Odiá-la e depois dar por si apaixonado por ela? Saber que se é tema do seu diário dia após dia? Como será ficar sentado à espera, olhar por uma janela enquanto outros morrem e desejar estar a combater? O diário de Anne termina a 4 de Agosto de 1944, mas, nesta história imaginada, a experiência de Peter continua para além da traição e chega aos campos de extermínio nazis. “Está aí alguém?”, pergunta ele. “Está alguém a ouvir?”Nós devíamos estar. Uma edição ASA.

Com Dias de Ouro, Jude Devereaus continua a série centrada em Edilean, iniciada em Jardim de Alafazema e seguida de Perfume da Paixão. Desta feita Edilean Talvbot vai conhecer o amor nos braços de Angus McTern. Edilean chega ao castelo de Angus, na Escócia em 1766, é a sua legitima proprietária, uma vez que o avô de Laird Angus perdeu o castelo e as terras no jogo. Angus é acusado de roubar a herança de Edilean e vê-se a bordo de um navio, rumo à América na companhia de Edilean. Na América o ganancioso noivo de Edilean quer obrigá-la a regressar à Escócia. Uma edição Quinta Essência, por 16,15 euros.

Grace, de Richard Paul Evans conta a história do primeiro beijo, do primeiro amor, de quem lhe ensinou coisas sobre a vida e do modo de viver. Um grande amor, seguido de uma tragédia e a vida depois disso. Uma edição Babel.

De Cecelia Ahern chega-nos Um Lugar Aqui, com a chancela da Editorial Presença, fala de Sandy Short, obcecada por coisas e pessoas perdidas. Obcessão iniciada na infância com o desaparecimento de uma colega. Até ao dia em que ela desaparece…Trata-se da história de uma mulher em busca de si mesma, da conservação das memórias, da lembrança do passado.

O Príncipe da Neblina, o primeiro romance de Carlos Ruiz Zafón, vencedor do Prémio de Novela Edebé em 1993 é finalmente editado pela Planeta. A acção decorre numa aldeia da costa sul inglesa durante o Verão de 1943, localidade para onde a família Carver se mudou. A casa é assombrada pelo espírito de Jacob, o filho dos antigos donos, que morreu afogado. Os jovens Max, Alicia e o amigo Roland vão descobrindo factos muito perturbadores sobre uma misteriosa personagem de seu nome…o Príncipe da Neblina. Os três jovens terão de enfrentar esta diabólica figura capaz de tornar realidade todos os desejos em troca de um elevado preço.

Tormento, de Lauren Kate é o segundo livro da tetralogia romântica e sobrenatural que já cativou a Disney. É uma história de amor entre anjos e humanos. Luce é humana e Daniel, um anjo. Levaram uma eternidade a encontrarem-se e Daniel diz-lhe que tem de partir. Vai perseguir os Proscritos, imortais que querem matar Luce. Daniel esconde Luce em Shoreline, um colégio na costa da Califórnia, onde os estudantes são muito peculiares, são Nefilim, filhos de anjos caídos e humanos. Lá, Luce fica a saber o que são as Sombras e como as pode usar para ver as suas vidas anteriores. Qanto mais descobre,  suspeita que Daniel não lhe contou tudo. E se ele lhe mentiu sobre o passado? E se Luce estiver na realidade destinada a ficar com outra pessoa?

Por Clara Inácio

Deixar uma resposta