Sugestão de Leitura: “Nocturnos” de Kazuo Ishiguro

Por Catarina Delduque

Os Nocturnos de Kazuo Ishiguro não passam todos à noite, mas a sensação de um som de fundo, como uma banda sonora que não se consegue identificar, persiste, e que vai mudando consoante as atmosferas.

livro japones1

Nocturnos tem ponto de partida e chegada em Veneza, transportando-nos a diferentes locais e momentos, criando encontros entre personagens únicas e situações, com tensões, medos, alegrias, tristezas e nostalgias, quase terminando com um suspiro.

Ao longo de cinco “andamentos” acompanhamos a vida de diferentes personagens que nos cativam a simpatia pela sua humanidade, que vivem encontros, que compreendem e vivem o amor de diversas formas, que não precisa de morrer nas despedidas, ou que por vezes só faz sentido num único momento.

As histórias de Nocturnos falam da clareza de se ser humano.

Nocturnos de Kazuo Ishiguro, 236 páginas, 14 Euros, uma edição Gradiva.

Deixar uma resposta