Sugestão de leitura: Instinto de Morte de Jed Rubenfeld

Instinto de Morte de Jed Rubenfeld traz uma narrativa sobre um dos grandes e não resolvidos crimes na história americana. Um livro que junta referências tão distintas quanto o Direito Constitucional norte-americano, Freud e Shakespeare. O resultado é um thriller sobre o terror, a guerra e os segredos mais obscuros da alma humana.

A 16 de Setembro de 1920 é perpetuado um ataque mortal em Wall Street, com a detonação de um quarto de tonelada de explosivos. O medo alastra nas ruas de Nova Iorque. A explosão é testemunhada por Stratham, um veterano de guerra, o seu jovem amigo James Littlemore do Departamento de Polícia de Nova Iorque, e a bela francesa Colette Rousseau. Vamos acompanhá-los numa viagem alucinante de Paris a Praga, têm oportunidade de visitar a casa do Dr. Sigmund Freud em Viena, passando pelos corredores do poder em Washington.

Jed Rubenfeld é professor de Direito na Universidade de Yale e um dos maiores especialistas em Direito Constitucional dos Estados Unidos. Escreveu a sua tese de licenciatura sobre Freud e estudou a obra dramática de Shakespeare. Vive em New Haven, Connecticut, com a mulher e as duas filhas. Em 2007 a Bertrand Editora publicou o seu livro A Interpretação do Crime.

Instinto de Morte tem a chancela da Bertrand Editora, com tradução de Luís Coimbra, com 496 páginas, e preço de venda ao público de 18,90 euros.

Texto de Clara Inácio

Deixar uma resposta