Sugestão de leitura: “A Senhora dos Açores”

Misterioso, etéreo, emotivo, mas acima de tudo um registo de memórias e da história da população do Pico, assim se pode descrever A Senhora dos Açores, um livro da autoria da italiana Romana Petri, recentemente reeditado pela Bertrand Editora.
Este livro, que venceu o Prémio Grinzane Cavour 2001, conta-nos em vários episódios a vida e as histórias de várias figuras emblemáticas das freguesias de Arcos e Cabrito, na ilha do Pico nos Açores, curiosamente, da autoria de uma italiana, que se perdeu de amores pela ilha, pelos seus habitantes e suas histórias.
Escrito de forma simples, despretensiosa, mas muito emotiva, a autora partilha com o leitor a história da vida de João Freitas, de Maria Moniz, de Júlio Neves, de Isabel e Maria Moniz, entre outros personagens.
As histórias destes piquenses entrecalam amor e alegrias com tristezas e dor, pobreza e riqueza, e da tristeza do abandono da terra em busca de uma vida melhor na América.

Durante quase 130 páginas, a autora conduz-nos numa viagem pela bela e natural ilha do Pico, através de descrições do seu dia-a-dia e do que os seus olhos vêm, mas também através das descrições dos seus interlocutores, e de sonhos e alucinações que a assolam durante os seus momentos mais solitários, misturando muitas vezes realidade com fantasia.

Mas ao fim ao cabo, o que é real e não é? Aqui nesta ilha, escondida no meio do Oceano, quase como se de um segredo se tratasse, apenas partilhado por alguns poucos privilegiados. Uma pergunta que fica em aberto, neste romance singelo, envolvente e cativante.

Por Elsa Furtado

1 Comentário

Deixar uma resposta