Sons e Sabores das 1001 Noites invadiram Centro Histórico de Faro

Reportagem de Paulo Sopa

Entre os dias 10 e 14 de julho, a zona histórica de Faro transformou-se nas arábias das 1001 noites, entre as 19h00 e a 1h00. Nos “Arabian Days” a cidade velha de Faro foi um autêntico palácio árabe do deserto onde foi possível interagir com camelos, assistir às inevitáveis e inebriantes demonstrações de dança do ventre, cuspidores de fogo e malabaristas.

Para os mais afoitos, era ainda possivel fazer tatuagens de henna e body painting; para os mais curiosos no que o futuro lhes reserva, ler o Tarot e a Sina; e para os amantes da mágica escrita de Ali Babá, um workshop de caligrafia árabe, entre muitas outras surpresas.

A cultura árabe e as suas tradições, o artesanato, a gastronomia e  a música, com inspiração em países como Marrocos, Tunísia, Egipto, Arábia Saudita, Qatar, entre outros, estiveram à disposição dos farenses e das muitas centenas de turistas que por lá passaram diariamente. No segundo dia do certame, dia 11 de julho, foi também “convidado de honra” o músico André Sardet. O concerto, intimista, decorreu em cima de um palco que era literalmente uma duna de sal com sete metros de diâmetro e 78 metros cúbicos de sal, tendo como pano de fundo a magnífica igreja da sé de um lado, e o seminário do outro; à sua volta, dezenas de tendas onde se podia comprar de tudo um pouco: chás, kebabs, doces árabes, chichas, roupas, bijuteria, especiarias, etc.

Da noite, fica a memória dos cheiros exóticos dos kebabs, incensos e sementes de girassol caramelizadas; do concerto, fica a memória de um grupo de músicos bem dispostos, a interagir com o público e a fazer fervilhar os corações femininos com as suas canções românticas como  “Adivinha o quanto gosto de ti”, “Quando eu te falei em amor” e “Foi feitiço”, entre outras, para além do mais recente single do artista “O amor mata”.

Um evento a repetir e a melhorar, tendo em conta que o preço de entrada de 5 euros parece excessivo nas noites em não há concertos ou outro tipo de atrações principais.

Deixar uma resposta