Sintra apresentou programação para 2010

A Câmara Municipal de Sintra apresentou em Lisboa, a programação para 2010, da iniciativa “Sintra Capital do Romantismo”, que assenta em oito eixos de programação, a publicação de três roteiros e a solidificação do programa “Sintra Inn”, relativa ao alojamento.

Para 2010 estão programados oito eventos principais, que pretendem animar e cativar mais turistas para a região, como o Festival de Sintra (uma tradição da vila), realização de exposições caninas, a Rota das Feiras e Torneios Medievais, a Sintra Arte Pública, com mostra de esculturas na Volta do Duche, a realização do Mundial de Bodyboard – Portugal Pro em Agosto, o Sintra Fashion, a Rota do Vinho de Colares e pela primeira vez, em Setembro, o Festival de Artes de Rua (com duração de um fim-de-semana alargado).

A par da programação, a autarquia lançou também três novos roteiros, disponíveis no site – Sintra: Capital do Romantismo e em papel, disponíveis nos diversos postos de turismo da região.

A primeira proposta é o “Itinerário Místico”, um itinerário misto, para fazer a pé e de carro, que sugere sete pontos de visita, com indicação de coordenadas GPS e horas. O palácio de Monserrate, o Convento dos Capuchos, o Cabo da Roca, ou o Centro Cultural Olga Cadaval são alguns deles.

Outra sugestão de itinerário misto é o “Itinerário Património e Natureza”, que propões visitas ao Palácio da Vila, Palácio da Pena, Castelo dos Mouros e Feira de São Pedro.

Para quem gosta de andar a pé, o Itinerário Jardins Românticos começa na estação da CP do Rossio e inclui passeios pelo centro histórico e pela Casa do Eléctrico em Sintra.

Uma brochura de charme dedicada ao património edificado vai também ser lançada este ano.

Outra novidade é a publicação do Guia de Alojamento – Sintra INN, que complementa o site em funcionamento desde o ano passado e que inclui todos os estabelecimentos de alojamento aderentes e distinguidos com o selo de qualidade “Sintra INN” e também alguns estabelecimentos de restauração e de doçaria regiomal, como as Queijadas do Preto, os Travesseiros da Piriquita ou os Fôfos de Belas.

Também em preparação está a criação de um cartão de Sintra, que engloba as entradas nos parques e monumentos do Monte da Lua, equipamentos culturais municipais e transportes locais.

O próximo ano promete ser em grande para a Vila Património da Humanidade, com a realização do Congresso das Cidades Património Mundial, de 8 a 11 de Novembro de 2011, dedicado ao tema “Património Mundial e Alterações Climáticas” e o Festival de Sintra vai ser dedicado à música e ao bailado russo, numa homenagem à relação da Marquesa Olga do Cadaval com a Rússia.

Por Elsa Furtado

Deixar uma resposta