Sines a postos para mais uma edição do o Festival Músicas Mundo

Em julho, Sines transforma-se na capital portuguesa das músicas do mundo, recebendo a partir de dia 19 uma totalidade de 36 concertos com músicos dos cinco continentes e muitos mais estilos musicais. Dividido entre o Castelo e a praia o Festival de Músicas do Mundo (FMM) irá juntar nomes consagrados como Hugh Masekela, Dead Combo, Béla Fleck, Tony Allen e Marc Ribot, a novos nomes como Fatoumata Diawara, Bombino e Gurrumul. Na sua 14.ª edição, o FMM acrescenta um dia aos seis que já estavam marcados, realizando-se de 19 a 21 e de 25 a 28 de Julho, coincidindo com os dois últimos fins-de-semana do mês.

Entre algumas novidades, relativamente à edição de 2011, destaque-se uma sempre bem-vinda quando os euros não abundam nas carteiras: a noite inaugural do segundo fim de semana – 4ª-feira, 25 de julho – terá um formato especial, com dois concertos (um no Castelo e outro junto à praia), ambos de entrada livre. Nesta noite, o castelo de Sines recebe o espectáculo do Ensemble La Notte della Taranta, de música popular italiana. Segundo a organização do festival, trata-se de “um espectáculo especial que sintetiza o melhor de um dos mais importantes festivais italianos”.

Desde 1998, é realizado, em agosto, na região italiana de Salento, um festival de música com origem na tradicional e veloz dança da ‘pizzica’, que os camponeses utilizam como tratamento para picadas de tarântula (em italiano, ‘taranta’). Neste festival, têm participado como directores musicais nomes conhecidos da música italiana e internacional, como Piero Milesi, Ludovico Einaudi, Joe Zawinul e Stewart Copeland.

O espectáculo apresentado em Sines, que conta com o apoio da Fondazione La Notte della Taranta, representa uma síntese dos melhores momentos dos 14 anos deste festival, interpretados por um conjunto de músicos com uma participação muito activa no evento.

Iniciativas paralelas

Paralelamente ao cartaz musical, decorrerão durante os sete dias do festival diversas iniciativas, entre as quais será possível visitar a esposição “Shoreline – Artes Plásticas na Colecção do Ar. Cº” e a Feira do Livro e do Disco, assistir aos “Contos de tantos Mundos”, ao Encontro com os escritores João Tordo e David Machado, a Cinema Documental, a uma conversa com o eurodeputado Rui Tavares e com Pedro Matos da Nações Unidas” sobre “A Criação de Novos Países e a Ideia de Identidade Nacional”. Quem quiser poderá ainda participar em dois ateliês, um para crianças e outro sobre a temática “I Hate World Music!”. Durante o festival não faltará também muita animação a cargo de diversos DJ’s.

Os bilhetes para o festival de World Music, que comemora este ano a sua 14ª edição, custam entre €15 (ingresso diário) e €65 (entrada permanente) e estão à venda na Ticketline.

 Programa Completo

Quinta 19 de julho

19h00 (Castelo): Amélia Muge & Michales Loukovikas “Periplus” (Portugal / Grécia)

21h45 (Castelo): Wazimbo (Moçambique)

23h15 (Castelo): Otis Taylor Band (Eua)

00h45 (Castelo): Bombino (Níger – Povo Tuaregue)

02h15 (Castelo): Narasirato (Ilhas Salomão)

 

Sexta 20 de julho

19h00 (Castelo): Osso Vaidoso (Portugal)

21h45 (Castelo): Al-Madar (Líbano / Eua)

23h15 (Castelo): L’enfance Rouge & Lotfi Bouchnak (França / Itália / Tunísia)

00h45 (Castelo): Frigg (Finlândia)

02h15 (Castelo): Nortec Collective Presents: Clorofila + Los Mezcaleros De La Sierra (México)

 

Sábado 21 de julho

19h00 (Castelo): Dead Combo Feat. Marc Ribot (Portugal / Eua)

21h45 (Castelo): Oumou Sangaré & Béla Fleck (Mali / Eua)

23h15 (Castelo): Marc Ribot Y Los Cubanos Postizos (Eua)

00h45 (Castelo): Imperial Tiger Orchestra & Hamelmal Abate (Suíça / Etiópia)

02h15 (Castelo): Shangaan Electro (África Do Sul)

 

Terça 24 de julho

22h00 (Centro De Artes): Jessika Kenney & Eyvind Kang (Eua)

 

Quarta 25 de julho

22h00 (Castelo): Ensemble Notte Della Taranta (Itália – Apúlia)

00h30 (Pontal): Bilan (Cabo Verde)

 

Quinta, 26 de julho

18h45 (Castelo): Couple Coffee (Portugal / Brasil)

20h00 (Pontal): Uxu Kalhus (Portugal)

21h45 (Castelo): Astillero (Argentina)

23h15 (Castelo): Gurrumul (Austrália – Cultura Aborígene)

00h45 (Castelo): Fatoumata Diawara (Mali)

02h30 (Pontal): Dubioza Kolektiv (Bósnia-Herzegovina)

 

Sexta 27 de julho

18h45 (Castelo): Diabo A Sete (Portugal)

20h00 (Pontal): Kouyaté-Neerman (França / Mali)

21h45 (Castelo): Dhafer Youssef Quartet (Tunísia)

23h15 (Castelo): Mari Boine (Noruega – Povo Sami)

00h45 (Castelo): Zita Swoon Group (Bélgica / Burkina Faso)

02h30 (Pontal): Juju (Gâmbia / Reino Unido)

 

Sábado, 28 de julho

18h45 (Castelo): Orquestra Todos (Portugal)

20h00 (Pontal): Socalled (Canadá)

21h45 (Castelo): Hugh Masekela (África Do Sul)

23h15 (Castelo): Tony Allen’s “Black Series” Feat. Amp Fiddler (Nigéria / Eua)

00h45 (Castelo): Jupiter & Okwess International (R. D. Congo)

02h30 (Pontal): Lirinha (Brasil)

 

Texto de Cristina Alves

Deixar uma resposta